quinta-feira, 27 de agosto de 2009

(...)Sleep(...)


Só quero dormi eternamente..
Por saber que me sinto tão triste..
Com a felicidade de todas as pessoas que convivo.

Só quero dormi eternamente...
Apenas para não mais ver estes belos sorrisos
Que um dia já me fizeram levantar...

E finalmente...

Só quero dormir eternamente...
Pois já não vejo sentido... Não vejo caminho...
Sabendo que os sorrisos que me fizeram sobreviver...

Fazem-me agora... Ter a desgraça de saber que ainda estou viva.

Creep


Quando você estava aqui antes
Eu não podia nem te olhar nos olhos
Você é como um anjo
Sua pele me faz chorar
Você flutua como uma pena
Em um mundo bonito
Eu só queria ter sido especial
Você é tão especial

Mas eu sou uma aberração, um esquisito
Que diabos é que eu estou fazendo aqui
Este não é meu lugar

Não me importa se vai doer
Eu quero ter o controle (da situação)
Quero um corpo perfeito
Uma alma perfeita
Quero que você perceba
Quando eu não estou por perto
Porra, você é tão especial
Eu queria ser especial

Ela está indo embora
Esta fugindo
Ela se vai, se vai, ...

O que você quiser para te fazer feliz
O que você quiser
Você é tão especial
Eu queria ser especial

Este não é meu lugar
Este não é meu lugar

(Radiohead..)

Sutilmente..


E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
Quando eu estiver fogo
Suavemente se encaixe

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce

Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti.

Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti...

Skank
{Luna)

sábado, 22 de agosto de 2009

'Till we die.


Olha por todos os cantos.. Eles sorriem..
Ele chora silenciosamente...
Pede e suplica pelo fim..
Seres que amados no passado... Agora, não são nada.

Não consegue olhá-los..
"Vamos finja ser feliz"

Cansa.. Simplesmente..
Tentar voltar pra casa com alguma esperança..

Sua insônia nunca acaba... Virou um morto vivo..
Simples morte com pernas andantes..
Condenado..
"ó meu anjo caído.. por favor.. venha e me leve deste fim maldito"

Na madrugada das 4 horas da manhã..
Seu sangue derramava em sua lua amiga.. Rasteja por socorro..
Seu sangue não para de escorrer..

Fechando os olhos..
Esperando que as horas passem..
Esperando que a luz do céu da manhã... Tão azul.. Tão claro..
Mas para ele luz ali.. Não há..

Só vê um imenso vão negro..
E de onde espera luz se nada tem cor.. ?
Espera dos céus sombrios... A única esperança que lhe resta..

A esperança... Que algum dia.. Todos nós morreremos..

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

"Amigos" ...

Vejo o quanto são importantes pra mim
Sem eles nunca seguiria em frente
Sem eles não estaria de pé
Sem o ombro deles, não teria onde chorar

Me ajudaram, me aturaram,
me seguraram, me apoiaram.

Nada de mim seria se não fosse por eles
Nada poderá separar nossos corações..
Nenhum obstáculo poderá nos parar

Nada poderá enfraquecer o que sentimos
Algo forte
Algo invencível

Olhamos para a lua
Ela iluminou a noite perfeita
Ela esteve ao nosso lado

Se um cai..todos caem
Somos apenas um..
Um dia vamos nos separar
Mas não vamos esquecer
Daquelas pessoas , que nos ajudaram a seguir em frente
De cabeça erguida

E aqueles que simplesmente que nunca
deixaram uma lagrima cair com sua presença
Aqueles que estarão sempre guardados
no lado esquerdo do peito.

Feito:02/12/2006
*um dia existiram^^*

Saudade


Como posso explicar?
Não se pode explicar
Um tipo de dor que não tem cura
Às vezes sim, às vezes não.

E do que tenho saudade?
Sinto saudade daquele olhar,
Daquele aperto no coração,
Da presença que me fazia bem... Talvez.

Toda noite olho para a lua
A lua inocente e solitária,
A lua que me faz bem, a que presenciou,
Momentos que infelizmente não quero esquecer.

A lua que me olha e me faz companhia,
Aquela que sofre junto comigo,
Aquela que traz uma única Saudade,
Com apenas um olhar que tira de mim.

domingo, 16 de agosto de 2009

Awe


Não me procure
Não me perdoe..
Eu sou apenas mais uma maldita..
Que padece nesta vida vil
Não me faça mais ter dores..
Meu coração está fraco e eu me tornei..
Uma mentirosa onde finjo sorrisos que nunca dei!

Me tornei doente da vida..
Onde depende de sorrisos e olhares para sobreviver..

Onde mais posso me esconder?
O céu ja não me dá luz..
Meu anjo some.. e eu chamo e chamo
E nem uma resposta ganho..

Estou perdida..
Sacrificada..
Afogando em meu próprio sangue...
Grito por socorro e nada vejo

O que adianta ficar tão feliz...
Se quando caiu.. a queda é maior..

Equilibrio.. tempo.. do que preciso..??
E novamente nada mais faz sentido ..

Meus gritos.. tornaram-se sussurros abafados..
Isso não tem fim.. mais uma crise toma conta de mim..

Quanto mais observo..
Mais tenho medo..

E vejo..

Ninguém pode me salvar de mim mesma.
13/08/09

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

HELL


O que doi... O que rasga.. O que mata..
É esta continua dor que devora minha alma...
Não esfria.. nem esquenta..só mata..

Meu pessimismo..minha desgraça.. meu medo.
Aumentam por saber que este lugar faz parte do meu cominho..

Se não há mais esperança.. não vale mais a pena continuar..
Se dor é o que resta... meu caminho já está no fim..
Se ja não há mais escolhas... não resta nenhuma possibilidade

Com paciência.. espero o fim dos dias..

O que doi.. o que rasga... o que mata..
É saber que tenho um longo inferno para ser percorrido..
12.13/08/2009


"i can't do this without you.
if i could hold you one more time i'd never let you go.
i can't do this without you.
if i could tell you one more time, that i love you."

domingo, 9 de agosto de 2009

Sonhos


Vão e vem...
Alegram, machucam...
As vezes espera um brilho... Um sonho..

Ele pode voar, gritar, cantar...
É um sonho... lá, nada é realmente impossivel...
Poder viver um sonho... Seria algo tão encantador...

Ver cores que deixou de ver há anos.

Mas sonhos, sempre viram pesadelos...
Os sonhos podem ser traiçoeiros e devastadores...
O faz ter ansia, com algo que nunca aconteceu...

Anseia pela tristeza..
Anseia por ódio...
Anseia pela morte..
Pela dor...

O que esperar de um sonho?
Respostas? Pensamentos? Ser livre?

Uma mentira.
No dia seguinte, seu humor, depende de um sonho ou pesadelo.
Continua fechando os olhos e fingindo como um condenado...
Que vive por sonhos. Entra em um Abismo alegre e triste..
Um poço sem fundo, onde afunda e afunda.. e dexiste no caminho de volta.

Com tão pouco tempo, se acostuma com a dor, com a alegria, com a tristeza..
Com a esperança que um sonho dá.

Os sonhos mais cedo ou mais tarde...
Viram trevas que jamais se esquece...
Os sonhos mais cedo ou mais tarde...
Viram esperanças que o faz querer lutar.

Lutar por um sonho, seria uma grande aventura.
Esmaga e esmaga... Levanta e levanta...
Tremores, medos.. Angustias, felicidades...
Possibilidades e impossibilidades

O faz chorar com sangue nos olhos,
Feliz ou triste...

Os sonhos...
Vão e vem... Alegram e machucam...
Um brilho, uma esperança...

Mesmo assim...Nunca deixa de sonhar...

"E quando tudo isso terminar
Eu te toco
E quando tudo isso terminar
Eu te dou tudo
Seja minha e seja mais forte
E engula tudo de que você precisa
E morreremos por nós"

sábado, 8 de agosto de 2009

Nega..


Nega, nega...

Coisinha mais perfeitinha,
coisinha mais engraçadinha
coisinha mais legal
coisinha com o sorriso lindão
coisinha com o olhar de musa do verão
coisinha com a voz mais barulhenta
coisinha com a voz mais doce quando consola
coisinha com a aparência de brava.. e de chatinha..
coisinha com a alma de mulher e de guerreira...
coisinha.. Tão legal e tão bom de se conviver..
Seu sorriso tão belo e solto... Ilumina por onde passa.
coisinha cheia de sonhos... cheia de alegria
Firme e forte.. Ali.. Sempre
Coisinha
Coisinha
A menina que já nao posso viver longe...

Me trata como cão... bate, espanca.. Mas ama. Eu vejo e reclamo.. Mas estou feliz ao seu ladinho.

Coisinha mais bonitinha, grandona e legal ... nha nha *-*

Amo-te como Amiga e Irmã..
Coisinha...
My negah ligth..
PaulaBorges 07/08/09

quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Com Fernando Pessoa...


"Quem me dera que eu fosse o pó da estrada..
E que os pés me estivessem pisando"

"Antes isso que ser o que atravessa a vida"
Esperando morrer para descobrir que não viveu..

"Quem me dera que eu fosse os rios que correm..
E que a lavadeiras estivessem a minha beira.."

"Antes isso que ser o que atravessa a vida"
parado pelos cantos como vultos sem rumo...

Quem me dera que eu fosse um poço sem fundo
E tivesse o Céu por cima e a escuridão por baixo..

"Antes isso do que se o que atravessa a vida.."
Esperando que alguma possiblidade bata na porta...

Antes ser tudo isso.. que ser o que atravessa a vida..
"Olhando para trás de si e tendo pena .."

Ps:. Apenas brincando com as palavras ^^ 05/08/2009

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

“A única coisa que prepara uma criança para o futuro é ela poder ser criança”

Uma garota de treze anos hoje já não vive a infância como nos velhos tempos. Hoje ela pode ter até cinco namorados e um estilo de vida.
Gabriela não teve infância. Seu dia a dia era ao lado da prima, Amanda. Tendo assim como sua única amiga, seus pais não eram muito rigorosos, não ligavam muito. Também não lhe davam amor nem carinho, enchiam o dia de Gabriela. Cursos, aulas e estudos, um tempinho para brincar com a prima, mas acabava dormindo nas próprias brincadeiras.
Tempo depois a família foi separada por brigas. Amanda e Gabriela se separaram. As brigas entre os seus irmão aumentaram e ela sempre levava a culpa. Por horas ficava em seu quarto estudando e no computador, lá era seu único refugio, lá existiam pessoas que a entendiam. Aos doze anos Gabriela entrou em depressão profunda. Começou a usar drogas. Enchiam-na de remédios. Deixou os cursos, não estudava mais, sua memória fora afetada. Não queriam trabalho, apenas se livrar. Para eles era apenas uma transição para a adolescência.
Foi afetada, destruída pela falta de carinho dos pais, pela falta de compreensão. Se interessou pelo estilo gótico, onde expressava os sentimentos pelo que vestia. Agora, chamada de anormal pelo seu estilo. Mas nada era culpa dela. Ela era apenas uma criança.
Hoje em dia, uma garotinha aos treze, tem conceitos e pensamentos de alguém de 17 anos. Por um lado é trágico como o mundo evolui tão rápido.
Não era moda. Apenas um lado ruim que os pais demonstram sem querer.

13/06/09
Ps:. Apenas uma redação de colégio ;)
Nota = 10 ^^