quarta-feira, 29 de junho de 2011

Não, não adianta...


Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am home again
Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am whole again

Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am young again
Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am fun again

However far away
I will always love you
However long I stay
I will always love you
Whatever words I say
I will always love you
I will always love you

Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am free again
Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am clean again

However far away
I will always love you
However long I stay
I will always love you
Whatever words I say
I will always love you
I will always love you



Love song!
nã, não adianta...
Eu vou amar sempre você ..

sábado, 25 de junho de 2011

Someone Like you

Never mind, I'll find someone like you

=/

sexta-feira, 24 de junho de 2011

My best...


Sinto falta...
Repito, eu sinto falta...
E como é difícil admitir, é difícil aceitar...

Sinto falta daquele tempo em que era eu e tu, as nossas brincadeiras, as tuas bobagens. Como nos tornamos uma só alma, nada nos impedia, nenhum medo, sabíamos que era para sempre. Não importava as verdades, não havia obstáculos entre nós. Não sei o que fazer!!

Sinto falta de dizer que te amo.
Sinto falta do teu carinho...

Sinto falta do tempo em que estávamos juntas, quando mais um manhã da minha vida, escura, melancólica e triste, e tu vinhas, sentavas em mim, e sorria, ah, se soubesses quantos daqueles sorrisos me salvou da dor.

Sinto falta quando dizias que me amava,
Sinto falta da nossa eternidade...

Não importava se estávamos longe ou perto, estávamos juntas, estávamos amando mais que tudo
Não importava se estávamos amando outras pessoas, se acabasse com sangue no chão ou não. Sobrava a mão amiga dizendo "segue em frente, eu estou contigo.."

Meu deus. Como sinto tua falta...

Não importaria se outro alguém me magoasse,
Não queria me lamentar diante do amor que sinto por ti, depois de tudo...
Tu eras tudo, minha companheira, minha irmã, a melhor amiga que criou a eternidade, que luta para não acabar...
Se não doesse tanto te deixar ir...
Se não doesse admitir que te amo, meu amor...
Eu voltaria para os teus braços, e como um conto de fadas,
Seriamos felizes para sempre...


Apesar de querer lutar para te deixar ir, eu não consigo...
Porque eu só te amo com toda a minha vida...
Apesar da raiva, eu não consigo
Porque vêm as lembranças de como me fazias tão feliz...
Apesar, também das lágrimas...
Pergunto-me agora como tu continuas sendo a melhor parte de mim?

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Não há mais o que dizer


Não há mais o que dizer,
Não quero mais olhar, não quero nem mais saber...
Só quero sumir nas próprias mentiras...
Só quero sumir no que quero tentar
No que quero fazer...

Sinto corroer minhas veias,
Continuar sentindo o que sempre foi o mesmo,
Agora prefiro ir, simplesmente ir...
Não agüento mais te olhar...

Não há mais o que fazer,
Eu quero...
Necessito da tua mentira,
Diga que me ama,
Diga que precisa de mim...

É hora de te deixar ir,
É hora de me deixar ir

Por que para esta pobre alma,
Foi muito mais que um tudo,

Se existir,
É hora de seguir outra vida,
Eu preciso, necessito,
Encontrar alguém como...
Tua destrutiva e encantadora alma...

sábado, 11 de junho de 2011

Dançando- Agridoce


Eu sei que lá no fundo
Há tanta beleza no mundo
Eu só queria enxergar
As tardes de domingo
O dia me sorrindo
Eu só queria enxergar
Qualquer coisa pra domar
O peito em fogo
Algo pra justificar
Uma vida morna
O mundo acaba hoje e eu estarei dançando
O mundo acaba hoje e eu estarei dançando com você
Não esqueço aquela esquina
A graça da menina
Eu só queria enxergar
Por isso eu me entrego
À um imediatismo cego
Pronta pro mundo acabar
Você acredita no depois?
Prefiro o agora
Se no fim formos só nós dois
Que seja lá fora
O mundo acaba hoje e eu estarei dançando
O mundo acaba hoje e eu estarei dançando com você

Romeu - Agridoce

Esqueci minha boca no teu corpo
Pensei que isso te faria meu
Usei de artifícios, gastei meus truques
Depois, quem escapou fui eu

Não pense que eu não desejei
Não diga que eu não quis
É só que eu me assustei
Ao me ver tão feliz

Colei os meus olhos no teu mundo
Guardei cada passo teu
Mas eu, Julieta, presa nesse pacto
Você, o meu Romeu

Entenda esse lado bom
Nem tudo é aflição
Ficamos com o sonho
Ao invés da punição

Não pense que eu não desejei
Não diga que eu não quis
É só que eu me apavorei
Ao me ver tão feliz

Epílogo e Finais - Agridoce

Primeiro os aniversários
As festas, balões coloridos
Bailes de debutante
As noites em claro

Depois os casamentos
Amores e nascimentos
Por fim, os funerais
As camas de hospitais

Não me leve agora
Eu não quero ir embora
Tenho tanto o que fazer
Tenho um filho pra ter
Tenho motivos pra crer
Que ainda não é hora

Todos rumo ao ocaso
Sem nunca ter escolhido
Não é questão de sorte
É jogo vencido

Não me leve agora
Eu não quero ir embora
Tenho tanto o que fazer
Tenho um filho pra ter
Tenho motivos pra crer
Que ainda não é hora

Epílogos e Finais

B. day - Agridoce

E então
Outro ano se passou
E eu espero
Que você tenha se tornado mais que melancólico
Eu gostaria
De ver você crescer para ser
Uma fantástica brecha para esse mar de tempestades

Paredes ásperas
Você vai descobrir como escalar
Noites mortas
Você sempre vai saber como iluminar
O melhor presente
Não enche o seu bolso
Mas talvez faça você aproveitar melhor a estrada

Eu te desejo uma noite feliz
Eu te desejo uma vida feliz
Eu desejo que eu pudesse passar com você
Mas se não
Eu espero ser feliz de qualquer forma

Sim, essa sou eu sendo generosa
Sim, essa sou eu exercitando
Meu desapego
Se eu não posso estar lá
Meus votos estão

Paredes mortas
Você vai descobrir como escalar
Noites ásperas
Você sempre vai saber como iluminar
O melhor presente
Não enche o seu bolso
Mas talvez faça você aproveitar melhor a estrada

20 passos - Agridoce

Da janela ao corredor, 20 passos
Um cigarro, a mesma cor,
Um dia pra gastar
Quantas portas pra fechar lavar o cheiro e o gosto
Foi sem hora pra voltar
Feche os olhos quando eu for mostrar o meu mundo pra você que está sempre aqui
Tudo oque existe ao meu redor

20 passos - Agridoce

Da janela ao corredor, 20 passos
Um cigarro, a mesma cor,
Um dia pra gastar
Quantas portas pra fechar lavar o cheiro e o gosto
Foi sem hora pra voltar
Feche os olhos quando eu for mostrar o meu mundo pra você que está sempre aqui
Tudo oque existe ao meu redor