segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Imperfect

Some things are better off forgotten
We bury them in places that we really only visit by ourselves
Oh you were a version like no other
Oh they never tell you what to do when all you see is gone
What's the sense in anything when what they say is wrong?

Oh what do you want to hear?
Do you wanna know how many times
I tore myself apart cuz you're not here?
Oh why do you want to know?
Does it make you feel alive?
I had to die to finally let you go

Stop me... I find myself believing
A story gets rewritten so a blasphemy's permitted once again
Oh and you were so perfectly imperfect
Oh they never tell you what to do when all you have are lies
What's the sense in anything? It's just one more goodbye

Oh what do you want to hear?
Do you wanna know how many times
I tore myself apart cuz you're not here?
Oh why do you want to know?
Does it make you feel alive?
I had to die to finally let you go

Oh what do you want to hear?
Do you wanna know how many times
I tore myself apart cuz you're not here?
Oh why do you want to know?
Does it make you feel alive?
I had to die to finally let you go

Finally let you go

(STONE SOUR)
I will never understand anything you do...

sábado, 24 de setembro de 2011

Desconstruindo Amélia (Pitty)

Já é tarde tudo está certo
Cada coisa posta em seu lugar
Filho dorme, ela arruma o uniforme
Tudo pronto pra quando despertar...

O ensejo a fez tão prendada
Ela foi educada pra cuidar e servir
De costume esquecia-se dela
Sempre a ultima a sair...

Disfarça e segue em frente todo dia até cansar
E eis que de repente ela resolve então mudar
Vira a mesa assume o jogo faz questão de se cuidar
Nem serva nem objeto... Já não quer ser o outro
Hoje ela é o também.

A despeito de tanto mestrado
Ganha menos que o namorado e não entende o porquê
Tem talento de equilibrista
Ela é muita se você quer saber

Hoje aos 30 é melhor que aos 18
Nem Balzac poderia prever
Depois do lardo trabalho e dos filhos
Ainda vai pra night ferver...

Disfarça e segue em frente todo dia até cansar
E eis que de repente ela resolve então mudar
Vira a mesa assume o jogo faz questão de se cuidar
Nem serva nem objeto... Já não quer ser o outro
Hoje ela é o também...

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Na sua Estante

Te vejo errando e isso não é pecado,
Exceto quando faz outra pessoa sangrar
Te vejo sonhando e isso dá medo
Perdido num mundo que não dá pra entrar
Você está saindo da minha vida
E parece que vai demorar
Se não souber voltar ao menos mande notícias
Cê acha que eu sou louca
Mas tudo vai se encaixar

Tô aproveitando cada segundo
Antes que isso aqui vire uma tragédia

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

Você tá sempre indo e vindo, tudo bem
Dessa vez eu já vesti minha armadura
E mesmo que nada funcione
Eu estarei de pé, de queixo erguido
Depois você me vê vermelha e acha graça
Mas eu não ficaria bem na sua estante

Tô aproveitando cada segundo
Antes que isso aqui vire uma tragédia

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres e outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

Só por hoje não quero mais te ver
Só por hoje não vou tomar minha dose de você
Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se
curam (não)
E essa abstinência uma hora vai passar

(Pitty)

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

É simples

O doce céu de 15 de setembro...

São somente 12 meses...

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Desencanto

Eu faço versos como quem chora
De desalento , de desencanto
Fecha meu livro se por agora
Não tens motivo algum de pranto

Meu verso é sangue , volúpia ardente
Tristeza esparsa , remorso vão
Dói-me nas veias amargo e quente
Cai gota à gota do coração.

E nesses versos de angústia rouca
Assim dos lábios a vida corre
Deixando um acre sabor na boca

Eu faço versos como quem morre.
Qualquer forma de amor vale a pena!!
Qualquer forma de amor vale amar!

Manuel Bandeira

You ..

Sinto que vou morrer
Cair no fundo do poço,
Tropeçar nesse chão e mergulhar em todo sangue que chorei
Vontade de cair em todo abismo que me cerca,
de atender a dor como amiga,
com toda essa tristeza, que não sei de onde tiro,
não sei nem ao menos seu nome...

Sinto que vou morrer,
De fraqueza, de tudo,
Desse sono, dessa febre que sinto nas veias,
Não sei o que fazer... Não quero pensar em coisas que possam me maltratar...

Mas aí, sento num canto, quase claro, olho pro teto, ligo a visão dos meus sonhos e te vejo, e só assim, apenas assim, eu ainda consigo sorrir, com essa sua ilusão e desilusão que jamais me fará acreditar que não passas de uma visão... Assim, só assim me sinto segura, amando a ultima visão dos meus olhos...

domingo, 11 de setembro de 2011

Candy

Heaven:
Tínhamos descoberto a cola secreta, que tudo se mantia unido. Num local onde o barulho não penetrava. O nosso mundo era tão completo"
Hell:
Tudo que sempre fazemos.. Foi com as melhores das intensões, mas vai se ficando atordoado e os anos vão se passando. O mundo é muito desorientador para um drogado.

Via o mundo cheio de estranhos novos conceitos eu não conseguia pensar, não conseguia respirar. Esperava que ela voltasse.... por que ela era tudo... Ela era tudo pra mim...

sábado, 10 de setembro de 2011

The poker House


Corro contra o amanhecer do
sol para chegar em casa.
E depois contra a
lua ao anoitecer.
Qualquer coisa pode
acontecer, e acontece.
Só existe o agora
e logo cai a noite.
E esta noite
está maravilhosa.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

The wind


O vento que vem da janela..
Me trás a falsa impressão de frio,
De escuro,
Ansiedade,
Falsa liberdade

Trás a impressão de que estou errado,
Sem alma,
Pés cansados,
Falta de você...

A falsa impressão de que estás aqui,
Comigo,
Agarrada,
Dizendo palavras,
Sentimentos,
Que me fez chorar como nunca antes...

Se choro é por que sinto falta,
Se respiro, é por que agüentei até o ultimo segundo...
Se sofro é porque o vento me chama de errada...
Se fiz errado?
Se amo e não sei... ?

Eu voltando no tempo, voltaria para não te perder,
Faria do errado, o certo...
Agarraria-te com todas as forças,
Faria o vento não me dar falsas esperanças,
Não me daria consciência pesada,
Eu sei e não sei...
O que sinto é tão incerto...

Não sei o que dizer o que pensar,
Sou incerta e o tempo me fez assim...
Estou indo, fazendo também a solidão minha companhia,
Pois ela jamais substituirá a falta que me fazes...

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Conversas e madrugadas


-Eu tenho um convite a lhe fazer...
- Um convite?
-Sim... Tu me escutarás?
- Sim..
-O convite mexe com toda a tua alma, com todo teu ser, com todo teu coração...
- É perigoso?
-Estás tão equilibrado, não será facilmente derrubado... Quando volto estás tão caído, teu coração tão amargurado, mas hoje não o vejo assim, está tão diferente, o que aconteceu com o teu coração?
- Estou diferente? Como diferente se nunca deixei de ser eu mesmo? Você que não me visita faz muito tempo, sumiu o tempo suficiente para esquecer que eu só era um apaixonado. Não dá para ser sempre o mesmo. Ora você some, e quer que eu esteja o mesmo? Poupe-me disso...
-Não se altere, eu voltei não?
- Sim voltou, fico feliz.
-Eu sei, você fica tão contente em me ver, chego a ouvir o ritmo do teu coração acelerado, incompreendido, confuso... Desculpe ter sumido por muito tempo, sei que não devo cobrar o que deves ser ou não, ou o que deixou de sentir ou não, mas eu voltei, estou aqui por ti.
- Eu estou aqui por ti também, que isso não se repita, não quero que sejas como os outros...
-Eu entendo... O meu convite, aceitas voltar ao passado?
-Como voltar?
-Voltar ao que te fez feliz um dia, que seus sonhos falaram por si e fizeram seus sentimentos continuarem vivos...
- Por que isso agora?
-É um convite...
- Voltar... Seria uma incrível aventura, me faria tão feliz, me faria voar, eu seria feliz e nada mais importaria... Eu poderia ser aquele ser apaixonado que se dedicava até a morte por um amor perdido... Minha resposta? Eu não sei...
-Responda, é só um convite...
- Minha resposta, sempre fora sim...
-Mas, não estás tão certo... O que é isso? Está confuso?
- Infelizmente... Estou tão confuso, tão cansado, tão exposto a isso tudo, mas outros corações não sentem o mesmo... Pensam que não ligo que não sinto que simplesmente se foi... Infelizmente meu caro amigo, estou confuso, pois não agüento mais...
-Seu coração grita, não, não, não! Sua mente não escuta... Pois escute, lhe fará bem, deixe-a ir meu caro, está na hora. Não importa quanto tempo ela ficou. Não importa quanto tempo ela resistiu... Não podes mais seguir... Sabes disso, tão bem quanto eu, sei que dirás sim, sua fraqueza fala mais alto..

-Frederico, não venha com isso agora.. Obrigado por aparecer, estava com saudades... Mas finalmente estás errado... Por isso não luto contra ti agora, minha resposta é não... Pelo simples fato de estar aqui sempre, e nem sequer mexer o pé com medo de perder tudo para sempre... Eu digo não, minha alma diz não, meu coração diz não...

- Eu estou tão orgulhoso...

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Boyfriend

I wish he was my boyfriend
I wish he was my boyfriend
I'd love him to the very end but instead he's just a friend
I wish he was my boyfriend

There's nothing worse than sitting all alone at home
And waiting waiting waiting waiting waiting by the phone
I hope that he's at home waiting by his phone
I wonder if he knows that I want him

I wish he was my boyfriend
I wish he was my boyfriend
I'd love him to the very end but instead he's just a friend
I wish he was my boyfriend

The other girl is not like me she's prettier and skinnier
She has a college degree, I dropped out when I was seventeen
If only I could get her out of the picture
Then he would know how much I want him

One day I'll make him mine
And we'll be together all the time
We'll sit and watch the sun rise
And gaze into each others eyes
And know that he knows I know that he knows
That he wants to be my boyfriend
Boyfriend, Boyfriend

I'd love him to the very end but instead he's just a friend
I wish he was my boyfriend
I wish he was my boyfriend
I'd love him to the very end but instead he's just a friend
I wish he was my boyfriend

Best Coast

Our Deal

When you leave me
The bed is empty
And I feel crazy
'Cos I didn't say anything

I wish you would tell me
How you really feel
But you'll never tell me
'Cos thats not our deal

When you leave me
You take away everything
You take all my money
You take all my weed

"Eu queria que você me dissesse
O que você sente de verdade
Mas você nunca vai me dizer
Por que esse não é o nosso trato"

I wish you would tell me
How you really feel
But you'll never tell me
'Cos thats not our deal

That's your deal
That's not my deal

By: Best coast
(L)

I Want to


I want you so much
and I want you so much
and I want you so much
and I want you so much

Oooo

I miss you so much
and I miss you so much
and I miss you so much
and I miss you so much

(Oooo)

I want to, go back to
The first time, the first place

(by: Best Coast)

sábado, 3 de setembro de 2011

With you


Acordei de um sonho hoje
Para o frio da atmosfera
E coloquei meu pé no chão frio
Esqueci tudo sobre ontem
Lembrando que estou fingindo estar onde não estou mais
Um pequeno gosto de hipocrisia
Estou na vigília do erro, lento para reagir
E mesmo que você esteja tão perto de mim
Ainda está tão distante
E eu não consigo trazê-la de volta

É verdade o que eu sinto
Foi prometido pelo seu rosto
O som da sua voz
Pintado em minhas memórias
Mesmo que você não esteja comigo, eu estou

Com você
Você, agora eu vejo, mantendo tudo em segredo
Com você
Você, agora eu vejo, mesmo quando fecho meus olhos

Eu bato em você e você revida
Nós caimos no chão, o resto do dia fica parado
Uma trégua sobre isso e aquilo
Quando as coisas saem erradas
Eu finjo que o passado não é real
Agora, estou preso nessa memória
E estou na vigília do erro, lento para reagir
E mesmo que você esteja tão perto de mim
Ainda está tão distante e não consigo trazê-la de volta

It's true the way I feel
Was promised by your face
The sound of your voice
Painted on my memories
Even if you're not with me I'm

With you
You, now I see, keeping everything inside
With you
You, now I see, even when I close my eyes

Não, não importa o quão longe fomos
Não posso esperar para ver amanhã
No matter how far we've come, I
I can't wait to see tomorrow



With you
You, now I see, keeping everything inside
With you
You, now I see, even when I close my eyes
By: Linkin Park



quinta-feira, 1 de setembro de 2011