terça-feira, 24 de novembro de 2009

Sweet dreams


E seus olhos brilhavam com a minha maldita presença. Eu dizia boa noite para quem nos deixava
-Boa noite, durmam bem- disse ela fechando a porta.
Ficamos a sós, o frio na barriga, a vergonha, domava nossos corpos. Mas o desejo de sentir aquele corpo junto ao meu, era maior que qualquer coisa.
-boa noite...
-boa noite...
Algo me parava, tinha que perguntar, olhei nos olhos daquele ser, eu com um sorriso constrangedor e ela com um olhar que esperava algo de mim... Eu disse...
-queres dormi comigo?
-Claro.
Deitei na cama, o frio estava ali, mas o calor daquele corpo ao meu lado me fazia bem, me confortava. Conversamos, nossas palavras, nossos gestos e nossos sorrisos tornavam a noite cada vez mais bela, tornavam aquela noite de céu vermelho em uma noite bela e infinita. O sorriso perfeito me fazia ter a sensação que meu coração batia novamente, eu estava viva... Quando então ela ficou seria, nossos olhares se encontravam, sorrisos que agradeciam pela presença uma da outra.
Tão espontâneo era, tão lindo e tão doce. Virei, ela estava lá. Estava amanhecendo, quando então nossos lábios se tocaram. A sensação era de um vazio, não existia mais nada além de nós. Tão silenciosa aquela noite, a respiração foi ficando mais forte, nossas pernas entrelaçavam. Não agüentava mais, queria fazê-la cada vez mais feliz... Então, paramos, olhei em seus olhos, eu sorri e falei alto...
-Hoje é a noite...
-Noite de que??
- A noite que um dia prometeste ser só minha. - falei em seu ouvido.
Ela me abraçou, me abraçou tão forte, como se eu também fosse dela e simplesmente me entreguei, naquele momento ela soltou três pequenas palavras...
-Eu te amo.
Estava tão ofegante assim como eu. Ela me amava e eu... amava e agradecia por aquele momento tão lindo.
O dia estava amanhecendo, o céu estava azul escuro, mais ou menos 6 da manhã, estávamos juntas como uma só, nossas almas estavam em harmonia. Nossa respiração aos poucos voltava ao normal, o carinho aumentava, nossos olhos já se fechavam de sonolência. O silencio era maior agora.
Não esquecerei aquela imagem. A imagem que ela me tinha em seus braços, me tinha como se eu fosse uma criança no colo. Por fim... Meu ultimo suspiro antes de entrar em um sono profundo...
- .. Eu te amo.
Ela soltou um ultimo sorriso... Dormimos juntas, abraçadas e de mãos dadas...

Um vazio, um nada, uma escuridão? Não, não pode ser. Onde está ela??? Abro os olhos, o sol chega e um vazio do meu lado... mãos a cabeça, olhos lacrimejando e um grande lamento... –Por que??
Foi apenas um sonho...

domingo, 22 de novembro de 2009

Walk like the dead


Quanto tempo para esperar? Através da escuridão, eu estive
Tantas coisas que eu nunca vi
Esse sentimento não vai viver para sempre
Eu ando como os mortos
Perdendo o que eu nunca tive

Você me deu uma razão para sorrir (sorrir)
Para permanecer vivo por mais um pouco
Eu tive esses pensamentos de dizer adeus
Seus olhos me disseram porque?
Diga o que disser
Faça o que fizer
Você me manteve indo adiante e adiante e adiante...
Diga o que disser
Faça o que fizer
Você me manteve indo adiante e adiante e adiante e adiante
Gostaria de destruir o mundo
Só para esquecer
O que você significou para mim
Esperando a sua hora para terminar (terminar)
O que é deixado para trás
Um coração negro emaranhado
Rompi suas correntes
Eu sei de suas mentiras
Assim, nem mesmo comece
Esperando seu tempo
Para terminar, quando céu ficar vermelho
Céu ficar vermelho!

Tantas coisas que eu nunca vi

Quanto tempo para esperar? Através da escuridão, eu estive
Tantas coisas que eu nunca vi
Esse sentimento não vai viver para sempre
Eu ando como os mortos
Perdendo que eu nunca tive

Eu não vou te salvar
Eu não vou te salvar do seu suicídio

[Caliban- walk like the dead]

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Desejar deveria ser realidade..


Fechar os olhos
Enxergar o que não pode ser real..
Enxergar o que pode ser real..
Tão espontâneo...

Fechar os olhos
e imaginar tanto a ponto de enlouquecer
com desejos tão simples
e tão fortes..

Fechar os olhos
Se sentir segura
Ao pensar que outro ser está pensando em ti
é leve, é bom e confortante.

Fechar os olhos
e imaginar o lugar
onde podemos estar juntas...
onde podemos sentir o calor...

Doloroso...
Qual o problema de desejar tanto um abraço..?
Precisa ser tão doloroso assim.?
Nessecidade.. um vicio.. Teu sorriso..
Por que não poderia ser um pouco mais perto.. ?

"As noites são mais belas com o teu sorriso, com o teu carinho e com o teu amor.
Jamais esqueça as minhas palavras, elas jamais deixarão de existir..
Eu estarei contigo.. Até o dia da minha morte.
Desejo tanto que não tem como parar... Se fosse tão facil.. eu não viveria mais desta necessidade. Mas eu não quero parar. Eu quero minhas asas, e voar até onde tu estás. E é por te desejar tanto que acabo sorrindo.. E é por te desejar tanto que recebo um sorriso.
E caio mais uma vez em um longo abismo de fantasias..
Eu te amo."

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

My Tragedy


Um sonho? Um outro mundo? Ambos ?
Voltaria para ver se tudo era um sonho. Que orgulho! Orgulho por ver que sou forte.
Que trágico... Me fez enxergar também que vivo de dores inacabaveis.
Achei que estaria morto. Mas por perder tudo, por deixar tudo sobrevivi, por viver resistente sobrevivi.
Olhe para mim agora. Eu estou vivo.
"Gostaria de te ver acordar
Primeira e ultima vez.."

Estava ferido. Me manti ferido para provar a minha existencia. Estava feliz. Estava morto. Parte de meu pessimismo criou vida. Estava cego, cheio de tormentos e em meu sangue amargo encontrava forças para lutar.

Chegou a hora de voltar, voltar e procurar pela vida. Não chore, nem se lamente, eu estarei aqui pra te segurar. Mas não estarei esperando. Minha esperança se foi.

" Não vá embora..."

Eu te deixo assim como deixo a minha felicidade.
Por tentar esquecer, doi
Por querer esquecer, é insuportavel.

Tuas lembranças agora são levadas pelo vento em uma noite sombria e melancolica. O tempo finalmente disse Adeus. O tempo passou rápido demais.

Now, i can leave your eyes"

Esta é a minha morte, meu doce sonho,minha pobre vida, minha linda trágedia.

"No fellings, no dreams. Are you happy now? "

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

As noites são mais belas com o teu sorriso, com o teu carinho e com o teu amor.
Jamais esqueça as minhas palavras, elas jamais deixarão de existir..
Eu estarei contigo.. Até o dia da minha morte.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Silêncio..


Sua imensa vontade de chorar por não ter mais nada em suas mãos. Seu desejo absurdo de sofrer, sua vontade de sentir dor, necessitar isso não é normal, nem real. É um sonho, é doce. É doente.

Tornar tudo sem sentido não é sua opção, quando a fraqueza bate em sua porta, expressa que não és nada. Desabas Facilmente.

Se sente só, ao lado das pessoas que mais ama... Não sente mais a solidão quando sentes a presença de quem nunca irás ver.

Seu silencio é necessario, seu silencio agora nada mais é do que seu melhor amigo.. seu companheiro... Seu amor... Simplesmente por que se lamentar é besteira.

Thank You Pain.

E depois? Depois ?


Sentia como se não tivesse tido vida, um vazio enorme em seu peito lhe domava. Eram apenas lembranças agora.
Lembranças de um passado tão recente. As lágrimas de sangue... Vinham de sua alma, não passava, era constante.

"Eu continuo usando as mesmas palavras."

Noites sufocantes, olhando o nada, sentindo o vazio. As noites como um cemitério, onde faz sua própria Cova. Onde cria amigos imaginários, para se lamentar. Para procurar agora, o esquecimento.
Como em tão pouco tempo, poderia nascer e morrer, em tão poucos dias, saboreou a doce morte com tanto gosto. Ainda saboreia a derrota, vivendo apenas de sonhos em seu presente.

Sempre a mesma rotina...
Onde está o amanhã ?

"Eu nunca disse que seria facil.. Eu sabia que a cada passo que eu desse pra frente.. seria como uma facada em minhas costas..."



>Me mostra tua coragem
Vai leve tudo de mim
Apague os passos da estrada
Tente nem se quer lembrar
Daquele nosso tempo
O qual era tão fácil amar<

Sinta vontade de ficar.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

(F)(r)(a)(n)


Te conhecer, sabia que tudo poderia mudar. Sabia também que o ritmo do meu coração poderia mudar. Sabia que meu coração poderia dar um sorriso ao te ver. Em tão pouco tempo, percebi que és muito em minha vida, percebi que não posso viver sem ti, não posso viver sem ver teu sorriso, não posso viver sem tua presença. Sim, eu a sinto. Cada vez mais perto. Teus risos, tua face. Não sabes o quanto amo vê-los.

Em um mundo virtual, sonho, sonho tanto. Em meu mundo sonho mais ainda. Em poder brincar, e te fazer ri realmente. Te abraçar...

Teu sorriso faz meu coração parar de sangrar. Por um momento. Por uma noite. Faz ele dar gargalhadas de felicidade. Isso não é uma declaração de amor, mas sim uma imensa gratidão por te ter na minha vida.

Eu não vou te deixar nunca...
Estarei contigo sempre. Não tenha dúvidas.

Muito obrigada por me fazer sorrir todas as noites, muito obrigada por estar comigo, muito obrigada por não me deixar, obrigada por me amar... Finalmente muito obrigada por existir.

Não há o que comentar. Nem o que negar. Nem o que duvidar. Eu não consigo mais viver sem ti.

Eu te amo muito.

"Vou te seguir até que você me ame
você sabe que eu serei sua..

Mas não vou parar até que essa garota seja minha!" Lady GaGa ^^

De sua companheira, amiga, irmã e Amante(seu homem):
Paula Borges.

domingo, 1 de novembro de 2009

Não desistir, na primeira facada que vier!