quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

Minhas cinzas

Como todos, cheio de sonhos, cheio de perdições, cheio de amores e desejos.Cheio de perdas, ganhos, mágoas, felicidades, choros e sorrisos.
Como todos, está se tornando passado. Deixado para trás levado pelo tempo, tão rápido. Vendo luzes piscando de uma data comemorada com alegrias e a união de família.
Seria feliz se não fosse um dia como todos os outros.

Mais um final chega, um peso tirado das costas, mais um final chega dando a notícia de que tudo acaba.
Diferente para alguns que o enxergaram diferente de outros. Como se morressem mas que viram como nascer de novo. Viram pessoas indo e vindo. Choraram como o maior pecador, mas sorriram como uma criança ganhando o primeiro brinquedo desejado. Amaram mais do que a própria vida. Sorrisos que eram todos iguais.. se tornaram os mais perfeitos. Sonhos perdidos, sonhos desejados.
Este ano acaba, ínicio perdido e dias contados.

sábado, 19 de dezembro de 2009

Dance in the dark


Meus sentimentos estão perdidos. A incerteza.. é a unica que me rodeia, que nao me deixa. Se vou... ou se paro, para não doer tanto desta vez. Se olho teus sorrisos como minha única certeza ou se olho como uma ameaça que me fará sangrar quando o fim chegar.

Em sombras te encontro todos os dias, que duram um momento e o suficiente para te querer mais. Todas as noites necessitando saber o que pensas ou o que te pertuba... Se sou o teu sonho ou pesadelo... Se sou teu amor ou ódio. O desejo que te faz sonhar ou a doença que há de te matar.

Vejo como sou fraca e frágil, por andar com medo perdendo tudo que não tive, por querer amar perdidamente, por querer mais que tudo...
Mesmo longe, sinto como se estivesses a todo momento ao meu lado. Não vejo uma noite passar sem ti. Se passa, me condeno, me torno uma criança que chora com medo do escuro.

E é assim que te vejo agora..
A minha alegria, meu sorriso, minhas lágrimas, meu desejo e meu doce sonho.
Tudo pra ti e só pra ti.
És a vida que preciso para passar o caminho inteiro dançando na escuridão.

The angel..


Há saudade, mas não há lágrimas. Não quero de volta. Mas necessito ainda de sua voz e seus olhos para que ainda olhem por mim. Para me compreender. Não levou minha felicidade e nem todos meus sorrisos...Metade de minha alma está em sua mão fria e morta. Sangrando ainda, continuo suplicando para que não me abandone. Assim como metade de mim, estás morta. Me deixaste como um passaro livre ao vento. Nunca a condenarei por isso, somente te agradeço por me fazer viver por um momento em todo meu caminho com todas minhas quedas e fraquezas. Eu agradeço por todas minhas alegrias e luzes, todo meu impulso e fortaleza.
Te agradeço por ter sido meu anjo e meu amor.