sábado, 7 de dezembro de 2013

Insensibilidade, porque você entrou aqui?
A porta não estava aberta.
Você entrou e me abraçou,
Foi legal e eu me acolhi

De repente tua ida parece culpa minha
Tuas frases se foram,
Restaram meras palavras
Você não se importa.

Tua paciência esgotou
Tuas palavras parecem agulhas
E seu “se importar” está distante.

Eu não te amo
Eu não te quero
Eu nunca quis direito isso tudo

Mas eu quis estar aqui,
Te esperando no começo
Sorrindo..

Terminando frustrada,
Escutando música,
Com nem metade de UMA lágrima no olho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário