"Tuas mentiras se misturam com o meu obcecado jogo de quebra cabeça
E no rebolar dos transes e dos surtos
As mãos sangram de raiva..
Tudo vem a tona, endoidece,
Os olhos enchem de lágrimas, de mágoas então..
Finalmente chego a verdade.. e mais uma vez tu erras por bobagem"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Querido diário virtual

Carta jogada ao vento

Querido diário virtual