sábado, 3 de agosto de 2013

Querido diário virtual

Voltava para casa, sem pressa como sempre. Estive em local fechado, com a tela do computador ligada, barulho de teclado (e telefone) e as mesmas músicas. Voltava para casa, olhando pela janela do ônibus, quase dormindo. Pensava no que poderia acontecer em alguns dias, logo me distraía e voltava a pensar em nada. Chego em casa e mais tela de computador, fui para o vício, com a esperança que tudo estivesse bem, deparo-me então com  uma publicação da página oficial do Vanguart, lá tinha a letra de uma música, e que letra. Não exitei em ir logo procurar e escutar. De primeira tive medo da melodia não coincidir com tamanha perfeição da letra. E com o medo quase explodindo em mim... Tive a certeza que tudo era perfeito. Sim, tudo.
Primeiramente, porque eu não me importava com tristeza alguma enquanto escutava, não tive sequer uma reação, o que vinha era uma explosão inexplicável (não é exagero), me senti bem, mas tão bem, que no momento que vi alguém tropeçando, a primeira coisa que fiz foi tentar levantá-la no colo e dizer "não se preocupa, eu estou aqui porque eu posso, eu quero estar e eu vou te fazer bem, levanta comigo" e rodopiá-la comigo por mil vezes (meu anjo colorido)  e enquanto escutava tive uma certeza nos olhos, o que não vêm ao caso agora e talvez nunca venha. E depois de muito tempo (muito tempo mesmo) não fechava os olhos com a tamanha perfeição de uma música que não é o meu estilo preferido, não é a melodia que procuro, não é o tipo de voz que busco momentos bonitos.  

Quase um dia normal de sábado, quase... 

 Estive

estive nas casas e apartamentos
estive em hotéis, estive nas praças
estive em igrejas, estive nos bares
sempre a procurar

estive nas lojas de departamentos
estive nas ondas estive nas serras
(esperei o amor vir quebrar as janelas
pra eu sair daqui)

e no outro dia eu vi os teus olhos
logo em seguida chamou-me num sonho
no terceiro dia eu soube o teu nome
e eu fui tentar...

e na tua casa beijei tua alma
no apartamento fui teu sentimento
cuidei da tua vida com amor e com calma 
e ainda estou aqui 

vou embora,
mas vou te levar comigo
vamos juntos pra ver o sol nascer..

estive nas casas e apartamentos
estive nos becos e encruzilhadas
enfim, procurei todo o mundo por algo
que eu só encontrei em você

e na tua casa beijei tua alma
no apartamento fui teu sentimento
uma vida é pouca 
pra gente ser feliz.

vou embora
mas vou te levar comigo.
vamos?
Vanguart- http://www.muitomaisqueoamor.com.br/

Bem-vindo, Agosto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário