sábado, 5 de novembro de 2011

Os Quatro momentos

1º Acordo e insisto em dizer: Eu te amo.
Mesmo que não seja o que sinto
Mesmo que não seja momento

Insisto mais uma vez: Eu te amo.
Porque sei que os segundos atraem
O momento que mais preciso do teu abraço

Insisto pela ultima vez: Eu te amo.
Pelo desespero de te perder
Insisto pelo momento
Pela melodia
Por lembranças
Pelo não sentir


2º Digo que é momento
Este é capaz de dizer o quanto sou louca
Por esperar por uma lembrança tua.

3º Dizer que te amo?
Não sei, é muito arriscado.

4º Enfim, insisto, insisto por que vou embora
E o momento acaba...

Dizer que te amo parece até ironia...
(06/10/2011)

Nenhum comentário:

Postar um comentário