sexta-feira, 9 de setembro de 2011

The wind


O vento que vem da janela..
Me trás a falsa impressão de frio,
De escuro,
Ansiedade,
Falsa liberdade

Trás a impressão de que estou errado,
Sem alma,
Pés cansados,
Falta de você...

A falsa impressão de que estás aqui,
Comigo,
Agarrada,
Dizendo palavras,
Sentimentos,
Que me fez chorar como nunca antes...

Se choro é por que sinto falta,
Se respiro, é por que agüentei até o ultimo segundo...
Se sofro é porque o vento me chama de errada...
Se fiz errado?
Se amo e não sei... ?

Eu voltando no tempo, voltaria para não te perder,
Faria do errado, o certo...
Agarraria-te com todas as forças,
Faria o vento não me dar falsas esperanças,
Não me daria consciência pesada,
Eu sei e não sei...
O que sinto é tão incerto...

Não sei o que dizer o que pensar,
Sou incerta e o tempo me fez assim...
Estou indo, fazendo também a solidão minha companhia,
Pois ela jamais substituirá a falta que me fazes...

Nenhum comentário:

Postar um comentário