domingo, 17 de julho de 2011

Fragmentos de livro: O Vampiro Lestat


"— Oh, mas é sempre uma caricatura, você não percebe? — ele disse com a mesma brandura. — A cada vez a morte e o despertar irão devastar o espírito mortal, de modo que um vai odiá-lo por ter tomado sua vida, outro vai cair nos excessos que você despreza. Um terceiro sairá louco furioso, e outro um monstro que você não pode controlar. Um terá ciúmes de sua superioridade, outro vai excluí-lo.
E, neste ponto, tornou a lançar seu olhar de soslaio para Gabrielle, com um meio sorriso.
— E o véu sempre haverá de descer entre vocês. Mesmo que arregimente uma legião, você estará para sempre e sempre sozinho!
— Não quero ouvir isto. Não significa coisa alguma — eu disse.
O rosto de Gabrielle havia sofrido uma mudança horrível. Ela estava encarando-o, agora com ódio, eu tinha certeza disso.
Ele emitiu aquele pequeno som amargurado que parecia uma risada, mas não era em absoluto.
— Amantes com um rosto humano — ele zombou de mim. — Não está vendo seu erro? O outro o odeia além de toda razão e ela... ora, o dom das trevas tornou-a ainda mais fria, não foi? E mesmo para ela, forte como é, haverá momentos em que terá medo de ser imortal, e a quem irá culpar pelo que foi feito com ela?
— Você é um idiota — Gabrielle sussurrou.
— Você tentou proteger o violinista. Mas jamais procurou protegê-la.
— Não diga mais nada — eu respondi. — Você me faz odiá-lo. É isto que deseja.
— Mas estou falando a verdade e vocês sabem disso. E o que vocês jamais saberão, nenhum de vocês, é da profunda extensão de seus próprios ódios e ressentimentos. Ou do sofrimento. Ou do amor.
Ele fez uma pausa e eu não consegui dizer nada. Ele estava fazendo exatamente aquilo que eu temia, e eu não sabia como me defender.
— Se você me deixar agora com esta aí — ele continuou —, estará fazendo de novo. Você nunca possuiu Nicolas. E ela já está imaginando como poderá livrar-se de você. E, ao contrário dela, você não consegue suportar ficar sozinho."

Um comentário:

  1. aah, já cheguei a ler este livro, na verdade não li todo, mais ainda sim se tornou um dos meus preferidos *-*

    ResponderExcluir