domingo, 2 de janeiro de 2011

Querido diario virtual...


Eu sei.. eu sei .. eu continuo com meus lamentos, mas nao é tao fácil deixar tudo pra trás..
Comecei a odiar promessas, pois elas nunca se concretizam, elas nunca são uma verdade absoluta, promessas são feitas de riscos, e a qualquer momento acabam, tu esperando ou não... Pra mim, promessas acabaram, prometer o pra sempre, prometer que o amor vai durar, ou se morre? ou se acaba? ou se vai embora? e se o amor acaba sem respostas? promessas não são concretas, só te fazem correr risco...
Amar... ama ... ama muito... mas nunca prometa que esse amor não irá acabar...
As pessoas estao acostumadaas a ouvir historrias de amor, ou um conto de fada onde o principe e aprincesa vencem tudo, e vivem felizes pra sempre... Não estou sendo pessimista, ou contraditória, querendo ou não essa historia trágica de amor e promessas não passa de uma simples verdade...
Eu acabo achando as respostas pra mim mesma..

"Amor não é amor que se altera quando encontra alteração.Ou uma marca rígida que aparece numa tempestade e nunca se abala. Amor não se transforma de hora em hora. Mas surge... Mesmo à beira da morte..."

2 comentários:

  1. Olá minha querida!

    Puxa, sinto que você não creia mais em promessas, não nas alheias, estas a gente não pode mesmo confiar, mas nas suas próprias, nas que dependem de você!

    De toda forma, acho que você encontrou uma zona de conforto, se você não acreditar em promessas, não haverá porque sofrer ou se decepcionar. E cada um sabe como cuidar de sua própria vida, portanto, vá mesmo em frente com esta nova estratégia!

    E feliz 2011!

    Te sigo!

    ResponderExcluir