sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

?

E todos aqueles amigos simples? sim, foram todos embora. Um por um... Nada mais restou do que uma alma choramingando pelos cantos e com saudades...

Desistindo de sentir falta.

Nada a declarar.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Palavras, somente palavras

Eu gostaria tanto de voltar aos teus braços,
Queria tanto dedicar-me às palavras mais belas de amor
Confortando tua alma, abraçando teus sentimentos
Queria tanto dizer que sinto falta, dos teus olhos,dos teus sorrisos
E todas aquelas lindas horas por de baixo da lua.

Sinto como se voltar no tempo fosse uma recaída...
Queria dizer que eu sinto tua falta...
E que sinto medo,
Medo de tudo...
Sou fraca, infelizmente, te entreguei tudo quando amei-te mais do que tudo.
Sinto muito por não poder pegar suas lágrimas
Sinto muito por não conseguir dizer que te amo
Sinto mais ainda não sentindo a tua presença em mim.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Querido diário virtual

Pela primeira vez vi a luz que jamais vi. Eu sei que a maioria das vezes eu não dei tanta atenção, nem mesmo vi o que estava de tão linda à minha vista. A maioria das vezes estou cega, gosto de estar cega, e não quero ninguém ao meu lado.

Dou mais atenção ao lado inverso do coração do que a parte mais bondosa e aquecedora dele. Sinto hoje, como se a capa bondoza que sempre existiu, baixou a guarda cair, quebrou o bloqueio que tinha comigo. Apesar de amanhã ou qualquer dia desses eu vá criá-lo novamente. Mas hoje, somente hoje, senti o conforto de estar alí, pela primeira vez junto de grandes pessoas.

Pessoas como eu, são assim. Bloqueadoras de sentimentos, o que está a frente dos olhos é que não se importam, mas lá no fundo, nem que seja o pedaço mais escodido da alma, existe um amor tão inagualável e forte. O nome que apesar que algumas pessoas estranharem, este nome hoje, faz sentido pleno para mim, sentido que jamais fizera antes... O nome disso é: Familia.

Se eu morresse agora, morreria sorrindo com o conforto de pessoas que fariam tudo por mim.
E a vocês, família, dedico os sorrisos verdadeiros, as desculpas de não mostrar a importância. Eu os amo como ninguém é capaz de decifrar, os amo com toda a força da alma, hoje vocês estão no topo da minha monstruosa montanha russa chamada vida.

domingo, 18 de dezembro de 2011

Only Dream



Se os sonhos fossem todos com um único anjo,
eu poderia não abrir mais os olhos,
considerar-me morta, de não querer, de não resistir,
De querer sonhar pela vida inteira,
Pela morte inteira...

Porque...

She is my perfect dream!
No you and no you,
She is the only dream makes me feel good in the morning!

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Love


Porque em tão pouco tempo entregamos o que temos de melhor: a vida
Vale a pena entregar cada momento e cada sorriso
Amar é a dor mais prazerosa que existe
É a calma para a alma,
A mentira bela
Ser covarde e ter medo de arriscar..
É a dor que chega ao auge do julgamento
és forte, és fraco...

É como se gostássemos de sentir cada pontada de saudade.
de arrependimento

Amar é sofrer por dez, vinte, quarenta anos ou a vida inteira...
Mas, amar te faz ter coragem para enfrentar o mais forte dos obstáculos,
a si mesmo... Perdendo ou ganhando no final...
O amor é aquele que te estraçalha no meio em busca de felicidade.

"eu sou a alma condenada em busca da tua companhia"
12/12/2011

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Não te jogo entre os meus pecados, nem às minhas dores,

Não te jogo entre os meus pecados, nem às minhas dores,

"São nessas raras horas que meu coração pulsa por te querer de volta
Quero te amar, e sentir aquela dor toda por te querer por perto.
Todos os dias, todos os momentos, pois era um vicio, a pilula para a imperfeição da alma...
Sou capaz de voltar no tempo para ver os teus olhos e o céu vermelho,
Completavas a lua sangrenta que eu tanto observava, cada misero pedaço...
Pois tu és o que me resta de arrependimento não esquecido
De não deixado, de não entendido, de ter acreditado na bela mentira...
Que por um momento penso não ter feito nada de errado.
Quero te amar com toda alma que me resta
Hoje quero te dar toda a vida, te fazer sorrir raramente como fazia, te fazer chorar como sempre.
Te quero de volta para me fazer sentir toda aquela dor de amar, de morrer, de cair.
Pois minha alma se sente tão só, que não quer o tempo feliz, não quer o tempo de sorrisos, quero o tempo de agonia, de anestesia que sentia ao te amar e tentar te fazer feliz. O tempo em que não entendia...
Do chão do abismo te vejo como antes, triste, tão triste como a flor mucha da tua alma, dizendo com todas as palavras que me amava. Eu queria gritar...
Não importava que para me amar precisasse de uma dose a mais..
Gostaria de voltar, meu anjo, pois de ti, tirei todas as coisas erradas, todos os sentimentos que jamais ousarei a usar com outro alguém, são teus...
Não me arrependo de ter sentido o que senti, sofrer o que sofri, chorar o que chorei...
De todas as historias que vivi, além de ser a mais trágica é também a que nunca vou deixar de lembrar que fora a mais bonita.
Hoje, pensando em tudo que passei, sinto-me triste, com uma melancolia rasgante, eu desejo voltar somente para o teu momento, à tua historia...
Sinto que deixei parte de minha pobre alma contigo... enrolada em tuas lágrimas... abraçada em teu corpo...
Eu não quero esquecer a dor... eu te quero comigo
Porque tu és a ilusão, a dor, a droga e o amor perfeito."


04/12;11

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Cansaço ...

no matters what i to do... i'll always dying

terça-feira, 8 de novembro de 2011

In my place- coldplay

In my place, in my place
Were lines that I couldn't change
I was lost, oh yeah
I was lost, I was lost
Crossed lines I shouldn't have crossed
I was lost, oh yeah

Yeah, how long must you wait for it?
Yeah, how long must you pay for it?
Yeah, how long must you wait for it?
For it

I was scared, I was scared
Tired and underprepared
But I waited for it
If you go, if you go
Then Leave me down here on my own
Then I'll wait for you, yeah

Yeah, how long must you wait for it?
Yeah, how long must you pay for it?
Yeah, how long must you wait for it?
For it, yeah

Sing it please, please, please
Come back and sing to me
To me, me
Come on and sing it out, now, now
Come on and sing it out, to me, me
Come back and sing it.

In my place, in my place
Were lines that I couldn't change
I was lost, oh yeah
Oh Yeah

Fix you (Coldplay)

When you try your best, but you don't succeed,
When you get what you want, but not what you need,
When you feel so tired, but you can't sleep
Stuck in reverse

And the tears come streaming down your face
When you lose something you can't replace
When you love someone, but it goes to waste
Could it be worse?

Lights will guide you home
And ignite your bones
And I will try, to fix you

And high up above or down below
When you're too in love to let it go
But if you never try, you'll never know
Just what you're worth.

Lights will guide you home
And ignite your bones
And I will try, to fix you.

Tears stream down your face,
When you lose something you cannot replace
Tears stream down your face
And I...

Tears stream down your face
I promise you I will learn from my mistakes
Tears stream down your face
And I...

Lights will guide you home
And ignite your bones
I will try to fix you..

domingo, 6 de novembro de 2011

The renegade soul


Em meu peito esta um grande vazio é esta solidão
Até agora fui vivendo a vida sem preocupação
E de repente tudo explode na minha cara me desguiando do meu caminho
E eu estou nesta estrada mais uma vez completamente sozinho
Ninguém para me abraçar
Ninguém para me mar
Você sempre esteve tão distante para poder me sentir
E tudo o que eu fiz foi me iludir!


Você, você
é apenas o que grito a noite,
você
só isso que meus olhos veem...
Estou só, nada mais que o vento gelado,
e minha alma, querendo voltar ao começo da bela ilusão que tive,
Não consigo sentir as coisas ao meu redor,
As unicas coisas que ainda restam nesta estrada
sou eu e um coração completamente vazio...

E a saudade é a única coisa que prova que você foi real
Perdoe-me se eu lhe fiz algum mal
Eu só queria ter você perto de mim mais uma vez na minha vida
Eu já procurei inúmeras saídas
Mas você nunca sai do meu coração
Todo o esforço é m vão

Eu já tentei ir, voltar, nessa estrada sem fim,
estou cansado, rastejando,
Aos teus pés,
Se todo esforço é em vão, o que devo fazer?
Lutar ou morrer por você...

Eu e Ele=)
Renan (L)

sábado, 5 de novembro de 2011

Desabafo sem fim

Estou cansado desses assuntos sem rima, sem amor, sem aventura. São só assuntos vãos como o vento que nada sente de verdade. Nem mesmo existe. Isso tudo é de uma mente doentia que está cansada de sofrer com as felicidades desiludidas, com as ilusões estrondosas de alegria, ah, e sorrisos.

Estou cansado de sempre haver apenas um assunto a depor, um assunto que vem a mente, e aqueles olhos, todos aqueles olhos, oh Deus, são todos mentiras não são? Nenhum existiu, eu sei, eu sei, um amor a cada ano para essa alma penada que não cansa de amar, não cansa de sofrer. Tudo inventado.

Pensar em como seria ou como deveria ser. Estou cansado de ver o presente como infortúnio, com medo do futuro. Cansado de ver o passado como solução, cansado desta falta de vocabulário para expressar um pouco do que sinto, cansado desta falta de assunto.

O que preciso está aqui, trancado a sete chaves, algo insubstituível, é simples e bonito, nada de doce e trágico e isso não depende de ninguém, não depende dos olhos que já foram vida, não depende de amor, não necessita de presença e nem desejos sem sentido, preciso ser livre desta vida, ser livre do passado, do presente, e até me livrar do futuro.

Preciso urgentemente, desesperadamente da felicidade desgarrada. Preciso esquecer, pensar, olhar, agarrar, chorar e sorrir, para finalmente estar livre de mim mesma.

[04-11-2011]

2/11/2011

Se desejei ficar sem coração
Eis a prova viva, sobrevivente daquele abismo escuro,
Sangrento,
Que segurava todas suas lágrimas sobre as costas

Se hoje estou vivo,
Se hoje não sinto pelos outros o que um dia sentir,
Não é culpa de ninguém...
É culpa do tempo...
É culpa da solidão...

Mais uma vez desejo aquele gosto amargo,
Aquele frio rastejante,
Aquele adeus improvisado da vida...
Se um dia cai e não me levantei,
Se um dia morri,
Comprovo hoje que morri de amor...

Sinto que voltei ao luto dos que já foram,
Sinto que voltei ao inverno do que nada mais resta.

Esse sou eu, tentando saber o que ainda sou.

19º


Ao meu herói dedico todas as minhas mudanças, sejam elas boas, sejam elas para melhor, pois ele fez parte disso, ele é parte disso, me encorajou, me empurrou, e gritou: Vai e segue em frente! Tu és do mundo.
E fui sem ter medo, e sem me arrepender, não diria que tudo isso foi culpa dele, mas na maioria das coisas, ele foi a minha maior força!
Não nego que sou louca pelo meu herói, ele é o melhor amigo virtual que já tive, é verdade. E a ele dedico toda minha coragem, toda minha força de querer mudar, pois ele é a mudança e a coragem, e não só isso, como todos os dias hoje é só mais um dia normal do ano, mais um dia como todos os dias para dizer, que morro de saudades do tempo que nos falávamos até os passarinhos cantarem, até que nossas caras virassem zumbis, que sinto falta todo dia das suas besteiras...
Mas ele não é só isso, ele é mais e merece muito mais. Merece uma vida toda de felicidade e “dinheiro”. Que continuemos como sempre, nunca deixando um ao outro mesmo que passemos muito tempo sem dar noticias, mas que apareça para dizer: eu estou bem e estou com saudades.
Meu caro amigo não sei dizer o quanto és especial, tu fostes, sem duvida, a minha maior coragem nisso tudo. Eu te amo com tudo que tenho meu herói.
Que seja mais um 1º de novembro feliz.

Para: Hugo Ceregato

You make me wanna die.(2


Meus sonhos voltaram no tempo,
Voltei ao luto, ao escuro, a ti
Era sufocante querer-te por perto,
Agonizante...
Minha alma se perdeu por ti...

Estava acostumado com apenas a solidão
Eu tinha tudo para ser um pouco feliz,
Apareceste,e minha alma deixou tudo, tudo...
O que ganhaste?
Apenas mais uma alma que sofreria por ti por muito tempo

Não meu anjo, não quero lhe ver caindo em suas vergonhas,
Minha alma, em alguma parte sente pena.

Minha calma é lembrar

Quando eu não tinha nada,
Não tinha o teu coração, não tinha teu amor e sofria por não tê-lo
Repito com a alma tão machucada, tão ensangüentada
E tão manchada de lágrimas que escorreram por muito tempo...

Eu mentiria,
Eu roubaria,
Morreria todo dia...
Por ti.

Mas lembro-me dos teus olhos...
Brilhando de amor, sorrindo com a morte
Aqueles que arrancaram minhas asas,
Deixaram-me querendo voar,
Malditos...
Fizeram-me querer morrer.

You make me wanna die.

Alma minha que te partistes


O começo, os finais contigo eram os melhores
Eu sabia que estarias lá por mim
Após todas as tempestades
Sabia que o medo real jamais te afastaria.

Quando eu te perguntava se terias coragem de me deixar
Tu dizias: Não.
Tu és o anjo que não consegui segurar
Nunca deixastes uma lágrima minha cair
Enquanto eu caminhava pelos bosques mais sombrios da vida

Dissestes que estarias lá por mim
Teu conforto fora como segundos,
Depois fostes embora..
Meu caro amigo...
Meu doce dezembro.

Como te amei,
Te amei mais do que todos os amores que tive,
É verdade.
Sinto tua falta...

Ingrato...
Insensível...
Como pôde?

Fostes embora sem ao menos dizer adeus
Deixou tudo para trás
Eu morreria por ti
Deixou-me chorando lagrimas de sangue
Gostaria que voltasses, como eu gostaria que retornasses.

Quando eu dizia estar amando, zombavas de mim
Compartilhávamos sofrimentos distantes, iguais
Eu te protegeria...
Eras meu amigo simples,
Tudo que precisei.

Deixei-te ir embora, culpa minha
Queria ouvir que sentes minha falta
Mas não,
Tu acharias graça, como da ultima vez...

Entre as tempestades e o sangue dos meus olhos
Há o teu rosto estampado, do passado
Querendo me proteger

Entre hoje e o real,
Há teu adeus estampado, do presente
Querendo me matar.

Sem ti hoje, percebo que fui perdendo tudo...
Não tenho teu abraço, teu sorriso, tuas loucuras
Tu eras o único que poderia me tirar do abismo,
Que me deixaria ir...

Sinto-me tão decadente
Vejo que, mesmo demonstrando amores maiores,
Tu foste o que desejei amar.

Hoje, só hoje,
Sinto a liberdade para dizer
Que te amo como sempre amei
Como sinto a tua falta... meu caro amigo.

R.O
28/10/2011

A época


Em que a escuridão era o dia
Meus sonhos afundavam na ilusão
Onde a manhã não trazia luz à minha janela
Existiu o meu mundo,
O meu jardim de flores mortas...

De lá soltava os gritos que ninguém se atreveu a escutar
Voltei finalmente ao tempo...

Em que meu coração não sussurrava os vossos nomes
Não gritava ao amor vão
Meus lábios frios só gritavam um nome: Luto
Minha alma, quente de tanta febre acumulada dizia: Destruição.

Eu só precisava de algumas doses para sobreviver a cada dia
Ganhava sempre mais um passo ao caminho da destruição.

A única lápide que restou naquele jardim...
A qual continuou sozinha todos esses anos,
Mas me fingi de cega, fechei a alma como os olhos
Acreditei que poderia cair de amor...
Não...

Eu volto ao tempo em que adorei morrer...

27/10/2011

Maio de 2008

Lembro-me bem daquele dia, manhã normal, noite conturbada. Era sexta feira, foi o dia em que minha alma se encantou perdidamente por ela, e esta ia e vinha fazendo da realidade a ilusão mais linda, talvez a mais real que tive.

A noite caía, encontrei-me só, num céu de quatro paredes, pensando no que vivi, no que acontecia, ela correspondia, eu continuava sem entender. Meus sonhos se aproximavam cada vez mais do real. Eu não acreditava. E enquanto eu fechava os olhos e pensava no dia “perfeito” que tive...

O telefone toca um pouco antes das lágrimas caírem constantemente...

Acordei gritando o nome dela, sorridente, doidamente ansiosa para encontrá-la... Fiz coisas rotineiras naquele sábado e então fui. E lá estava ela, tão bela quanto o normal. Até que a noticia sem dó da alma chega. Ela iria embora com outro alguém, perdi o que estava no meu coração, eu a perdi e por sorte já tinha desistido de bater na porta do amar e do não sofrer...

Mas não funcionou tentar ser forte, sofri com a distancia, por querer e não poder. Estive só. Eu não queria olhá-la mais. Andei pela rua e encontrei algumas doses pelo chão, bebi todas e não tive pena de mim. Bebi a dose da coragem, disse que a queria e nada importava.
E como uma bela despedida (do inferno) para ficar marcado pela vida inteira... Um beijo, para nunca mais...

Naquele dia, apesar de todas as doses, Frederico me deixou consciente, eu sabia cada passo que dava, o que pensava, tinha certeza do que queria e o que deveria deixar. Joguei-me nos braços daqueles lençóis, ela me olhava das paredes das lindas fotos, como posso esquecer...
Fui embora transbordando de tristeza e de felicidade... Fora um dos sentimentos mais intensos que já tive.

Três anos depois, continuo a pensar, porque ela ainda está aqui? Apesar de toda a distancia, ela está perto aquecendo pelo menos uma vez por mês os meus sonhos, confesso a vocês, é quase impossível esquecer qualquer que seja o detalhe das histórias lindas de quando a conheci.

A.B 20/10/11

Os Quatro momentos

1º Acordo e insisto em dizer: Eu te amo.
Mesmo que não seja o que sinto
Mesmo que não seja momento

Insisto mais uma vez: Eu te amo.
Porque sei que os segundos atraem
O momento que mais preciso do teu abraço

Insisto pela ultima vez: Eu te amo.
Pelo desespero de te perder
Insisto pelo momento
Pela melodia
Por lembranças
Pelo não sentir


2º Digo que é momento
Este é capaz de dizer o quanto sou louca
Por esperar por uma lembrança tua.

3º Dizer que te amo?
Não sei, é muito arriscado.

4º Enfim, insisto, insisto por que vou embora
E o momento acaba...

Dizer que te amo parece até ironia...
(06/10/2011)

Voltar no tempo

Já passaram-se cinco meses... Cinco meses me lamentando, tentando entender o que nunca nem mesmo chegarei perto de entender...

Se isso é tão complexo, como entender o tempo que passa, que lentamente vai quebrando toda a eternidade que criamos e decidimos criar, o tempo era pra ser um amigo que nunca deixa a gente, que sempre ajuda a superar, claro... Ele é assim... Mas o tempo ao mesmo tempo é inimigo, aquele que te acaba e termina deixando a distância de um tempo pro outro...

Entender todas essas palavras jogadas ao vento, é saber o que se passa dentro dessa alma atordoada, de tempo em tempo com lágrima nos olhos procurando no vazio uma alma amiga que nunca te deixaria... Com o peito apertado de tanto tentar entender o que se passou pro pra sempre te deixar ao vento jogado como uma folha livre. Como entender?

Eu gostaria de escrever uma pequena carta. Uma pequena carta, dizendo o que sinto... o que deixei de sentir... tudo.. mas não.. pelo simples fato de que um tempo tão bom, tão perfeito e tão bonito passou com o tempo e com a eternidade que ela me deu.

Alguém.. esse alguém.. ah, o alguém...

Se eu soubesse no passado que tudo iria acabar assim, mesmo assim, eu não teria evitado um só passo. Ensinou-me andar por um caminho de fantasias, de amor, de compreensão, se isso parece um amor como um qualquer, não. Não é.

Era um amor tão bonito quanto a vida que ela me deu. Ela é a prova de que amizade verdadeira é, para todo o sempre, lembrada pela vida inteira.

12/05/2011.

domingo, 2 de outubro de 2011

manha de domingo

Nao importa o tanto de medo te traga...as vezes... vc vence...

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Imperfect

Some things are better off forgotten
We bury them in places that we really only visit by ourselves
Oh you were a version like no other
Oh they never tell you what to do when all you see is gone
What's the sense in anything when what they say is wrong?

Oh what do you want to hear?
Do you wanna know how many times
I tore myself apart cuz you're not here?
Oh why do you want to know?
Does it make you feel alive?
I had to die to finally let you go

Stop me... I find myself believing
A story gets rewritten so a blasphemy's permitted once again
Oh and you were so perfectly imperfect
Oh they never tell you what to do when all you have are lies
What's the sense in anything? It's just one more goodbye

Oh what do you want to hear?
Do you wanna know how many times
I tore myself apart cuz you're not here?
Oh why do you want to know?
Does it make you feel alive?
I had to die to finally let you go

Oh what do you want to hear?
Do you wanna know how many times
I tore myself apart cuz you're not here?
Oh why do you want to know?
Does it make you feel alive?
I had to die to finally let you go

Finally let you go

(STONE SOUR)
I will never understand anything you do...

sábado, 24 de setembro de 2011

Desconstruindo Amélia (Pitty)

Já é tarde tudo está certo
Cada coisa posta em seu lugar
Filho dorme, ela arruma o uniforme
Tudo pronto pra quando despertar...

O ensejo a fez tão prendada
Ela foi educada pra cuidar e servir
De costume esquecia-se dela
Sempre a ultima a sair...

Disfarça e segue em frente todo dia até cansar
E eis que de repente ela resolve então mudar
Vira a mesa assume o jogo faz questão de se cuidar
Nem serva nem objeto... Já não quer ser o outro
Hoje ela é o também.

A despeito de tanto mestrado
Ganha menos que o namorado e não entende o porquê
Tem talento de equilibrista
Ela é muita se você quer saber

Hoje aos 30 é melhor que aos 18
Nem Balzac poderia prever
Depois do lardo trabalho e dos filhos
Ainda vai pra night ferver...

Disfarça e segue em frente todo dia até cansar
E eis que de repente ela resolve então mudar
Vira a mesa assume o jogo faz questão de se cuidar
Nem serva nem objeto... Já não quer ser o outro
Hoje ela é o também...

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Na sua Estante

Te vejo errando e isso não é pecado,
Exceto quando faz outra pessoa sangrar
Te vejo sonhando e isso dá medo
Perdido num mundo que não dá pra entrar
Você está saindo da minha vida
E parece que vai demorar
Se não souber voltar ao menos mande notícias
Cê acha que eu sou louca
Mas tudo vai se encaixar

Tô aproveitando cada segundo
Antes que isso aqui vire uma tragédia

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

Você tá sempre indo e vindo, tudo bem
Dessa vez eu já vesti minha armadura
E mesmo que nada funcione
Eu estarei de pé, de queixo erguido
Depois você me vê vermelha e acha graça
Mas eu não ficaria bem na sua estante

Tô aproveitando cada segundo
Antes que isso aqui vire uma tragédia

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres e outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu

Só por hoje não quero mais te ver
Só por hoje não vou tomar minha dose de você
Cansei de chorar feridas que não se fecham, não se
curam (não)
E essa abstinência uma hora vai passar

(Pitty)

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

É simples

O doce céu de 15 de setembro...

São somente 12 meses...

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Desencanto

Eu faço versos como quem chora
De desalento , de desencanto
Fecha meu livro se por agora
Não tens motivo algum de pranto

Meu verso é sangue , volúpia ardente
Tristeza esparsa , remorso vão
Dói-me nas veias amargo e quente
Cai gota à gota do coração.

E nesses versos de angústia rouca
Assim dos lábios a vida corre
Deixando um acre sabor na boca

Eu faço versos como quem morre.
Qualquer forma de amor vale a pena!!
Qualquer forma de amor vale amar!

Manuel Bandeira

You ..

Sinto que vou morrer
Cair no fundo do poço,
Tropeçar nesse chão e mergulhar em todo sangue que chorei
Vontade de cair em todo abismo que me cerca,
de atender a dor como amiga,
com toda essa tristeza, que não sei de onde tiro,
não sei nem ao menos seu nome...

Sinto que vou morrer,
De fraqueza, de tudo,
Desse sono, dessa febre que sinto nas veias,
Não sei o que fazer... Não quero pensar em coisas que possam me maltratar...

Mas aí, sento num canto, quase claro, olho pro teto, ligo a visão dos meus sonhos e te vejo, e só assim, apenas assim, eu ainda consigo sorrir, com essa sua ilusão e desilusão que jamais me fará acreditar que não passas de uma visão... Assim, só assim me sinto segura, amando a ultima visão dos meus olhos...

domingo, 11 de setembro de 2011

Candy

Heaven:
Tínhamos descoberto a cola secreta, que tudo se mantia unido. Num local onde o barulho não penetrava. O nosso mundo era tão completo"
Hell:
Tudo que sempre fazemos.. Foi com as melhores das intensões, mas vai se ficando atordoado e os anos vão se passando. O mundo é muito desorientador para um drogado.

Via o mundo cheio de estranhos novos conceitos eu não conseguia pensar, não conseguia respirar. Esperava que ela voltasse.... por que ela era tudo... Ela era tudo pra mim...

sábado, 10 de setembro de 2011

The poker House


Corro contra o amanhecer do
sol para chegar em casa.
E depois contra a
lua ao anoitecer.
Qualquer coisa pode
acontecer, e acontece.
Só existe o agora
e logo cai a noite.
E esta noite
está maravilhosa.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

The wind


O vento que vem da janela..
Me trás a falsa impressão de frio,
De escuro,
Ansiedade,
Falsa liberdade

Trás a impressão de que estou errado,
Sem alma,
Pés cansados,
Falta de você...

A falsa impressão de que estás aqui,
Comigo,
Agarrada,
Dizendo palavras,
Sentimentos,
Que me fez chorar como nunca antes...

Se choro é por que sinto falta,
Se respiro, é por que agüentei até o ultimo segundo...
Se sofro é porque o vento me chama de errada...
Se fiz errado?
Se amo e não sei... ?

Eu voltando no tempo, voltaria para não te perder,
Faria do errado, o certo...
Agarraria-te com todas as forças,
Faria o vento não me dar falsas esperanças,
Não me daria consciência pesada,
Eu sei e não sei...
O que sinto é tão incerto...

Não sei o que dizer o que pensar,
Sou incerta e o tempo me fez assim...
Estou indo, fazendo também a solidão minha companhia,
Pois ela jamais substituirá a falta que me fazes...

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Conversas e madrugadas


-Eu tenho um convite a lhe fazer...
- Um convite?
-Sim... Tu me escutarás?
- Sim..
-O convite mexe com toda a tua alma, com todo teu ser, com todo teu coração...
- É perigoso?
-Estás tão equilibrado, não será facilmente derrubado... Quando volto estás tão caído, teu coração tão amargurado, mas hoje não o vejo assim, está tão diferente, o que aconteceu com o teu coração?
- Estou diferente? Como diferente se nunca deixei de ser eu mesmo? Você que não me visita faz muito tempo, sumiu o tempo suficiente para esquecer que eu só era um apaixonado. Não dá para ser sempre o mesmo. Ora você some, e quer que eu esteja o mesmo? Poupe-me disso...
-Não se altere, eu voltei não?
- Sim voltou, fico feliz.
-Eu sei, você fica tão contente em me ver, chego a ouvir o ritmo do teu coração acelerado, incompreendido, confuso... Desculpe ter sumido por muito tempo, sei que não devo cobrar o que deves ser ou não, ou o que deixou de sentir ou não, mas eu voltei, estou aqui por ti.
- Eu estou aqui por ti também, que isso não se repita, não quero que sejas como os outros...
-Eu entendo... O meu convite, aceitas voltar ao passado?
-Como voltar?
-Voltar ao que te fez feliz um dia, que seus sonhos falaram por si e fizeram seus sentimentos continuarem vivos...
- Por que isso agora?
-É um convite...
- Voltar... Seria uma incrível aventura, me faria tão feliz, me faria voar, eu seria feliz e nada mais importaria... Eu poderia ser aquele ser apaixonado que se dedicava até a morte por um amor perdido... Minha resposta? Eu não sei...
-Responda, é só um convite...
- Minha resposta, sempre fora sim...
-Mas, não estás tão certo... O que é isso? Está confuso?
- Infelizmente... Estou tão confuso, tão cansado, tão exposto a isso tudo, mas outros corações não sentem o mesmo... Pensam que não ligo que não sinto que simplesmente se foi... Infelizmente meu caro amigo, estou confuso, pois não agüento mais...
-Seu coração grita, não, não, não! Sua mente não escuta... Pois escute, lhe fará bem, deixe-a ir meu caro, está na hora. Não importa quanto tempo ela ficou. Não importa quanto tempo ela resistiu... Não podes mais seguir... Sabes disso, tão bem quanto eu, sei que dirás sim, sua fraqueza fala mais alto..

-Frederico, não venha com isso agora.. Obrigado por aparecer, estava com saudades... Mas finalmente estás errado... Por isso não luto contra ti agora, minha resposta é não... Pelo simples fato de estar aqui sempre, e nem sequer mexer o pé com medo de perder tudo para sempre... Eu digo não, minha alma diz não, meu coração diz não...

- Eu estou tão orgulhoso...

terça-feira, 6 de setembro de 2011

Boyfriend

I wish he was my boyfriend
I wish he was my boyfriend
I'd love him to the very end but instead he's just a friend
I wish he was my boyfriend

There's nothing worse than sitting all alone at home
And waiting waiting waiting waiting waiting by the phone
I hope that he's at home waiting by his phone
I wonder if he knows that I want him

I wish he was my boyfriend
I wish he was my boyfriend
I'd love him to the very end but instead he's just a friend
I wish he was my boyfriend

The other girl is not like me she's prettier and skinnier
She has a college degree, I dropped out when I was seventeen
If only I could get her out of the picture
Then he would know how much I want him

One day I'll make him mine
And we'll be together all the time
We'll sit and watch the sun rise
And gaze into each others eyes
And know that he knows I know that he knows
That he wants to be my boyfriend
Boyfriend, Boyfriend

I'd love him to the very end but instead he's just a friend
I wish he was my boyfriend
I wish he was my boyfriend
I'd love him to the very end but instead he's just a friend
I wish he was my boyfriend

Best Coast

Our Deal

When you leave me
The bed is empty
And I feel crazy
'Cos I didn't say anything

I wish you would tell me
How you really feel
But you'll never tell me
'Cos thats not our deal

When you leave me
You take away everything
You take all my money
You take all my weed

"Eu queria que você me dissesse
O que você sente de verdade
Mas você nunca vai me dizer
Por que esse não é o nosso trato"

I wish you would tell me
How you really feel
But you'll never tell me
'Cos thats not our deal

That's your deal
That's not my deal

By: Best coast
(L)

I Want to


I want you so much
and I want you so much
and I want you so much
and I want you so much

Oooo

I miss you so much
and I miss you so much
and I miss you so much
and I miss you so much

(Oooo)

I want to, go back to
The first time, the first place

(by: Best Coast)

sábado, 3 de setembro de 2011

With you


Acordei de um sonho hoje
Para o frio da atmosfera
E coloquei meu pé no chão frio
Esqueci tudo sobre ontem
Lembrando que estou fingindo estar onde não estou mais
Um pequeno gosto de hipocrisia
Estou na vigília do erro, lento para reagir
E mesmo que você esteja tão perto de mim
Ainda está tão distante
E eu não consigo trazê-la de volta

É verdade o que eu sinto
Foi prometido pelo seu rosto
O som da sua voz
Pintado em minhas memórias
Mesmo que você não esteja comigo, eu estou

Com você
Você, agora eu vejo, mantendo tudo em segredo
Com você
Você, agora eu vejo, mesmo quando fecho meus olhos

Eu bato em você e você revida
Nós caimos no chão, o resto do dia fica parado
Uma trégua sobre isso e aquilo
Quando as coisas saem erradas
Eu finjo que o passado não é real
Agora, estou preso nessa memória
E estou na vigília do erro, lento para reagir
E mesmo que você esteja tão perto de mim
Ainda está tão distante e não consigo trazê-la de volta

It's true the way I feel
Was promised by your face
The sound of your voice
Painted on my memories
Even if you're not with me I'm

With you
You, now I see, keeping everything inside
With you
You, now I see, even when I close my eyes

Não, não importa o quão longe fomos
Não posso esperar para ver amanhã
No matter how far we've come, I
I can't wait to see tomorrow



With you
You, now I see, keeping everything inside
With you
You, now I see, even when I close my eyes
By: Linkin Park



quinta-feira, 1 de setembro de 2011

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Despejo


Despejo minha alma em prantos,
Choro as lágrimas de sangue que sempre chorei,
Nada mudou, logo meu coração não parou
Mas que todas essas lágrimas não voltem,
Pois pelo que chorei, teu presente não trás.

Despejo em prantos a alma que tive,
A alma que vi morrer nas suas mãos
A ultima visão foi a menina dos olhos
Indo embora toda vez que o amor batia na porta..

Ah! se eu pudesse voltar no tempo
E podesse sorrir no rosto do passado,
Falar para o senhor do tempo que ainda morro de saudades
Daquele tempo que não volta nunca mais,
Do tempo em que me deu certeza de não voltar...
O tempo que foi embora mais uma vez...

Ah! se eu pudesse sonhar,
Se eu podesse olhar pro céu,
Aquele céu de quatro paredes,
E pensar naqueles olhos que de tanta paixão estremecia...
Aqueles olhos que pararam de me olhar no dia em que fechei a janela...

Despejo agora toda a saudade,
e choro mais uma vez pela imagem que deixastes,
Se acabou ? respondo-te com a maior sinceridade...
Não.

Sempre muito rápido...

My beautiful little heart


Porque agora eu sei que se eu te perdesse, eu não teria caminho
Não teria esperança,
Agora eu sei por quem matar,
Por quem morrer,
Se acontecesse algo, eu teria corrido mais que poderia correr, gritar,
Por ti eu gritaria até a morte...
Sem ti eu não sou nada, Meu pequeno coração!
Eu te amo mais que minha própria vida.


quarta-feira, 24 de agosto de 2011

I'm sorry

Desculpe por não ser mais nada
Por não ser mais aquilo que aparenta, ou que essa carne representa

Por simplesmente não me dedicar mais,
Por sofrer um pouco mais,
Eu não sou mais um anjo, não sou um caído, mas eu sangro

Desculpe por não sentir mais o que sempre esperou
É só que esperei demais,
Esperei por sua boa vontade de voltar,
Os anos se passaram, eu continuei aqui o tempo inteiro...

Como explicar...
Eu fui, sou viciado em tudo isso,
Em toda minha vida,
Em toda essa dor...

Estou apaixonado esta noite...
Tão louco...
Se tudo voltar eu quero que você...
Me mostre a diferença entre o amor e a morte!

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

The last love song

Die with you

Você faz tudo pra mim
Me protege das sombras
Você me segura quando eu estou caindo
Caça todos os meus sonhos maus

Você me ouve quando eu estou te chamando
Leva embora minhas lágrimas
Meu sangue está envenenado, minha alma está doendo
Eu morrerei por você mais uma vez

Mas uma vez você me machucou e eu não consigo esquecer a dor
As lâminas dentro da minha alma
Dentro da minha alma

Eu tentei te esquecer
Eu tentei te amar
Mas eu sempre te machuco
Eu não posso te esquecer
Eu tenho medo de tocá-la
E eu sempre te vejo chorar

Eu tentei te esquecer
Eu tentei te amar
Mas eu sempre te machuco
Eu não posso te esquecer
Eu tenho medo de tocá-la
E eu sempre te vejo chorar

Você faz tudo pra mim
Me protege das sombras
Você me segura quando eu estou caindo
Caça todos os meus sonhos maus

Você me ouve quando eu estou te chamando
Leva embora minhas lágrimas
Meu sangue é envenenado, minha alma está doendo
Eu morrerei por você mais uma vez

Mas uma vez você me machucou e eu não consigo esquecer a dor
As lâminas dentro da minha alma
Dentro da minha alma

Eu tentei te esquecer
Eu tentei te amar
Mas eu sempre te machuco
Eu não posso te esquecer
Eu tenho medo de tocá-la
E eu sempre te vejo chorar

Deixe-me morrer, deixe-me morrer, deixe-me morrer com você

E eu queria poder morrer com você novamente
E eu queria poder morrer em seus braços novamente
Eu quero morrer com você ...

(Blutengel...)

domingo, 14 de agosto de 2011

Aos velhos tempos


Eu não posso deixar seus olhos...

Esse abismo que me cerca,
não me sinto frágil, acredite...

E essa força, de onde vem?
Está escuro e mal posso enxergar,
Está tudo acabado,
Esta dor, suave...

Olha em volta, veja o que fez,
Não posso nem sequer pensar que tudo aquilo se foi
Eu prometo que vou me prender,
Prometo que não vou procurar,
Porque esta dor suave, acaba virando uma doença que não me larga mais...
É tarde de mais.

Desaba em lágrimas o amor que tive,
Tão longe de mim,
Não resta mais nada,
O meu coração está sangrando, entenda.
Meus olhos ardem, doem.
Não aguentam mais te ver partir...

Mas...Eu não posso deixar os seus olhos...

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

The lost love


When she looked for me, reached my soul. I say, i love you even don't having reason for believe..
She smiled ..
I Love like it was the first time... like it was the lost love.
She saves me... takes me... easy and strong, so far way...
This is important to me. It's important to remember who will never be real... it's a dream. Because if it's true i would be walking for the end of world.


I love you as never loved a vision...

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

The middle of tears


Se eu pudesse dizer o que senti em todas aquelas noites.
Aquelas noites que até os ventos me faziam chorar, em que só o chão podiaa me abraçar, estava só, naquela primeira vez em que te perdi.
Acabei jurando aos céus que não seria feliz novamente. Lembro-me bem de quando voltei para casa, só restava-me vazio e uma noite de insônia. Naqueles momentos eu queria mostrar-lhe o que eu realmente sentia, a minha dedicação para não te perder, minha força de nunca desistir. Resistindo todas as dores e até mesmo as que eu criei. Queria poder acreditar que ia ser feliz sobrevivendo aquela segunda vez em que te perdi.
A canção que me fez levantar para te fazer voltar ao passado, a cada passo eu chorava de saudade e naquela escuridão me vi voltando para o mesmo caminho que começamos, o mesmo que criamos, aquele caminho que não mais voltamos na vez em que realmente te perdi.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Back to Black



He left no time to regret
Kept his dick wet with his same old safe bet
Me and my head high
And my tears dry, get on without my guy
You went back to what you knew
So far removed from all that we went through
And I tread a troubled track
My odds are stacked, I'll go back to black

We only said goodbye with words
I died a hundred times
You go back to her
And I go back to
I go back to us

I love you much
It's not enough, you love blow and I love puff
And life is like a pipe
And I'm a tiny penny rolling up the walls inside

We only said goodbye with words
I died a hundred times
You go back to her
And I go back to
We only said goodbye with words
I died a hundred times
You go back to her
And I go back to

Black, black, black, black
Black, black, black...
I go back to
I go back to

We only said goodbye with words
I died a hundred times
You go back to her
And I go back to
We only said goodbye with words
I died a hundred times
You go back to her
And I go back to black

sábado, 23 de julho de 2011

Na linda madrugada...

Heavy metal lover


Heavy metal lover, heavy metal lover
Heavy metal lover, heavy metal lover
Heavy metal lover, heavy metal lover
Heavy metal lover, heavy metal lover

My heavy metal lover
Heavy metal lover
Heavy metal lover
My heavy metal lover
Heavy metal lover

I want your whiskey mouth
All over my blonde south
Red wine and cheap perfume
And a filthy shout

Tonight bring all your friends
Because a group does it better
Why river with a pair
Let's have a full house of leather

Ooh-ooh-ooh-who-who
Who-who-who ooh-who-who
Who who
Heavy metal lover

Ooh-ooh-ooh-who-who
Who-who-who ooh-who-who
Who who
Heavy Metal lover

Dirty pony I can't wait to hose you down
You've got to earn your leather in this part of town
Dirty pearls and a patch for all the Rivington Rebels
Let's raise hell in the streets drink beer and get into trouble

Ooh-ooh-ooh-who-who
Who-who-who ooh-who-who
Who who
Heavy metal lover

Ooh-ooh-ooh-who-who
Who-who-who ooh-who-who
Who who
Heavy Metal lover

I could be your girl girl girl girl girl girl
But would you love me if I ruled the world world world?

Ooh-ooh-ooh-who-who
Who-who-who ooh-who-who
Who who
Heavy metal lover

Whip me slap me, punk funk
New York clubbers, bump drunk
Budlite liquors, bar slam
Move it, this is your jam
Wash the night, with St. Jameson
Like a baptism
Heavy metal lovers play
Because we born this way

Ooh-ooh-ooh-who-who
Who-who-who ooh-who-who
Who who

Ooh-ooh-ooh-who-who
Who-who-who ooh-who-who
Who who

Ooh-ooh-ooh-who-who
Who-who-who ooh-who-who
Who who
Heavy metal lover

Ooh-ooh-ooh-who-who
Who-who-who ooh-who-who
Who who
Heavy metal lover

I could be your girl girl girl girl girl girl
But would you love me if I ruled the world world world?

Heavy metal lover

Hair


Whenever I'm dressed cool my parents put up a fight
(Uh huh uh huh)
And if I'm hot shot mom will cut my hair at night
(Uh huh uh huh)
And in the morning I'm short of my identity
(Uh huh uh huh)
I scream mom and dad why can't I be who I want to be?
(Uh huh uh huh) To be

I just wanna be myself and I want you to love
Me for who I am
I just wanna be myself and I want you to know
I am my hair

I've had enough, this is my prayer
That I'll die livin' just as free as my hair
I've had enough, this is my prayer
That I'll die livin' just as free as my hair

I've had enough, I'm not a freak
I just keep fightin' to stay cool on these streets
I've had enough, enough, enough
And this is my prayer, I swear
I'm as free as my hair
I'm as free as my hair
I am my hair
I am my hair

Free as my hai-ai-ai-ai-ai-ai-r
Free as my hai-ai-ai-ai-ai-ai-r
Free as my hai-ai-ai-ai-ai-ai-r
Free as my hai-ai-ai-ai-ai-ai-r

Sometimes I want some raccoon or red highlights
Just because I want my friends to think I'm dynamite
And on Friday rock city high school dance
I've got my bangs to hide that I don't stand a chance
A chance

I just wanna be myself and I want you to love
Me for who I am
I just wanna be myself and I want you to know
I am my hair

I've had enough, this is my prayer
That I'll die livin' just as free as my hair
I've had enough, this is my prayer
That I'll die livin' just as free as my hair

I've had enough, I'm not a freak
I just keep fightin' to stay cool on these streets
I've had enough, enough, enough
And this is my prayer, I swear
I'm as free as my hair
I'm as free as my hair
I am my hair
I am my hair

Free as my hai-ai-ai-ai-ai-ai-r
Free as my hai-ai-ai-ai-ai-ai-r
Free as my hai-ai-ai-ai-ai-ai-r
Free as my hai-ai-ai-ai-ai-ai-r

I just want to be free, I just want to be me
And I want lots of friends that invite me to their parties
I don't want to change and I don't want to be ashamed
I'm the spirit of my hair, it's all the glory that I bear

I'm my hair, I am my hair
I'm my hair, I am my hair
I am my hair, I am my hair
It's all the glory that I bear
I'm my hair, I am my hair
It's all the glory that I bear
I'm my hair, I am my hair
I'm my hair

I've had enough, this is my prayer
That I'll die livin' just as free as my hair
I've had enough, this is my prayer
That I'll die livin' just as free as my hair
I've had enough, I'm not a freak
I just keep fightin' to stay cool on these streets

I've had enough, enough, enough
And this is my prayer, I swear
I'm as free as my hair
I'm as free as my hair
I am my hair
I am my hair

Judas

Lady gaga


Woah woah woah woah woah
I'm in love with Juda-as, Juda-as
Woah woah woah woah woah
I'm in love with Juda-as, Juda-as

Judas Juda-ah-as
Judas Juda-ah-as
Judas Juda-ah-as
Judas Gaga

Judas Juda-ah-as
Judas Juda-ah-as
Judas Juda-ah-as
Judas Gaga

When he calls to me I am ready
I'll wash his feet with my hair if he needs
Forgive him when his tongue lies through his brain
Even after three times he betrays me

Ah-ah-ahhh-ow
Ah-ah-ahhh-ow
I'll bring him down, bring him down down
Ah-ah-ahhh-ow
Ah-ah-ahhh-ow
A king with no crown, king with no crown

I'm just a holy fool
Oh baby it's so cruel but
I'm still in love with Judas baby
I'm just a holy fool
Oh baby it's so cruel but
I'm still in love with Judas baby

Woah woah woah woah woah
I'm in love with Juda-as, Juda-as
Woah woah woah woah woah
I'm in love with Juda-as, Juda-as

Judas Juda-ah-as
Judas Juda-ah-as
Judas Juda-ah-as
Judas Gaga

I couldn't love a man so purely
Even prophets forgave his goofy way
I've learned love is like a brick you can
Build a house or sink a dead body

Ah-ah-ahhh-ow
Ah-ah-ahhh-ow
I'll bring him down, bring him down down
Ah-ah-ahhh-ow
Ah-ah-ahhh-ow
A king with no crown, king with no crown

I'm just a holy fool
Oh baby it's so cruel but
I'm still in love with Judas baby
I'm just a holy fool
Oh baby it's so cruel but
I'm still in love with Judas baby

Woah woah woah woah woah
I'm in love with Juda-as, Juda-as
Woah woah woah woah woah
I'm in love with Juda-as, Juda-as

Ew

In the most biblical sense I am beyond repentance
Fame, hooker, prostitute wench vomits her mind
But in the cultural sense I just speak in future tense
Judas kiss me if offenced
Or wear ear condom next time

I wanna love you
But something's pulling me away from you
Jesus is my virtue
And Judas is the demon I cling to
I cling to

Just a holy fool
Oh baby it's so cruel but
I'm still in love with Judas baby
I'm just a holy fool
Oh baby it's so cruel but
I'm still in love with Judas baby

Woah woah woah woah woah
I'm in love with Juda-as, Juda-as
Woah woah woah woah woah
I'm in love with Juda-as, Juda-as

Judas Juda-ah-as
Judas Juda-ah-as
Judas Juda-ah-as
Judas Gaga

Dance in the dark

Lady Gaga

Hahaaaa!
Silicone, saline, poison, inject me baby
I'm a free bit(ch)
I'm a free bit(ch)

Some girls won't dance to the beat of the track
She won't walk away but she won't look back
She looks good but her boyfriend says she's a mess
She's a mess, she's a mess
Now the girl is stressed
She's a mess, She's a mess, She's a mess, She's a mess

[Chorus]
Baby loves to dance in the dark
Cuz' when he's looking she falls apart
Baby loves to dance in the dark
Baby loves to dance in the dark
Cuz when he's looking she falls apart
Baby loves to dance, loves dance in the dark
(Saline)

Run, run her kiss is a vampire grin
The moonlight's away while she's howlin' at him
She looks good but her boyfriend says shes a tramp
She's a tramp, she's a vamp
But she still does her dance
She's a tramp, she's a vamp
But she still kills the dance
(Kill em')

Baby loves to dance in the dark
Cuz' when he's looking she falls apart
Baby loves to dance in the dark
Baby loves to dance in the dark
Cuz' when he's looking she falls apart
Baby loves to dance, loves to dance in the dark

She loves to dance in the dark
In the dark
She love, she loves to dance in the dark

Marilyn, Judy, Sylvia, tell them how you feel girls
Work your blonde A. Ramsey will haunt like Liberace
Find your freedom in the music
Find your Jesus, find your Kubrick
You will never fall apart
Diana you're still in our hearts
Never let you fall apart
Together we'll dance in the dark

Baby loves to dance in the dark
Cuz' when he's looking she falls apart
Baby loves to dance in the dark
Baby loves to dance in the dark
Cuz' when he's looking she falls apart
Baby loves to dance, loves to dance in the dark
(Dance in the dark)

terça-feira, 19 de julho de 2011

Screaming Bloody Murder (Sum 41)

I'm not quite myself these days
Guess we all come undone,
Time to time in different ways, as well
I have myself to blame,
Guess I don''t understand,
I need help in many ways.

God's got a plain for me?
Well I'm gonna' tell you one thing,
I don't got the patience or the time.
What can I say?
I'm no angel, I'm not forsaken
But I can bleed!

Tear me open, I believe;
God will set you up to bleed.
And no one can decieve
What is meant to be and,
'Bloody murder' we will scream.

Well I guess it's time for me.
Tell me what I'm left to believe in?
'Cause I don't know the concept of the pain

I don't want the faith,
I'll just lose it,
I can prove it,
Watch me bleed!

Tear me open, I believe;
God will set you up to bleed.
And no one can decieve
What is meant to be and,
'Bloody murder' we will scream.
God will set you up to, tear me open

'Cause I'm (hey!)
Not giving up (hey!)
No sefl control, suffocated to the bone

I'm my
Worst enemey
Who can't be saved, I'm just his disgrace.

Tear me open, I believe;
God will set you up to bleed.
And no one can decieve
What is meant to be and,
'bloody murder' we will scream.
God will set you up to, tear me open

These days are strange, it's true.
There's not a thing that I would change,
No mistakes that i'd undo.

Eu não sou completamente eu mesmo esses dias
Acho que todos nós nos desfazemos
Hora a hora de diferentes formas, bem
Eu tenho minha culpa
Acho que eu não entendo
Eu preciso de ajuda de várias maneiras

Deus tem um plano para mim?
Bem, eu vou te dizer uma coisa
Eu não tenho a paciência ou o tempo
O que posso dizer?
Não sou um anjo, eu não sou abandonado,
Mas eu posso sangrar!

Me liberte, Eu acredito
Deus foi quem te enviou para sangrar
E ninguém pode enganar
O que é de verdade
E os assassinatos sangrentos que vamos gritar

Bem, eu acho que minha hora chegou
Me diga no que eu deixei de acreditar
Porque eu não sei o conceito de dor

Eu não quero essa fé
Eu só vou perder isso
Eu posso provar
Me assista sangrar

Me liberte, Eu acredito
Deus foi quem te enviou para sangrar
E ninguém pode enganar o que é de verdade
E os assassinatos sangrentos que vamos gritar
Deus foi quem te enviou para
Me libertar!

Porque eu
Não vou desistir
Sem auto-controle, sufocando até o osso

Eu sou o meu
Pior inimigo
Que não pode ser salvo, eu sou apenas sua desgraça

Me liberte, Eu acredito
Deus foi quem te enviou para sangrar
E ninguém pode enganar
O que é de verdade
E os assassinatos sangrentos que vamos gritar
Deus foi quem te enviou para , Me libertar!

Esses dias são estranhos, é verdade...
Não é algo que eu mudaria
E erros que eu desfaria.

Jessica Kill (Sum 41)

I don't know how do I explain
How I've come to feel this way
I'm addicted to the pain
Even more than words can say
Ever hit hurts like your kiss like a needle to a vein
And my last words are this begin I want you

She said you don't even know
Just how much I need it
How far will you go
I just wanna feel you go

Can't help it
So crazy

But I'm OK just
Pain me
Take it very slow
'Cos I'm in love tonight

So now that it has come to this
I'll be your dirty little thrill
For the world I wouldn't miss
'Cos I just wanna feel your kiss
Self inflicted masochist
How could anyone resist
My last words are this begin I want you

She said you don't even know
Just how much I need it
How far will you go
I just wanna feel you go

But I'm OK just
Pain me
Take it very slow
'Cos I'm in love tonight

Show me the difference between love and death
Consider them both as they take your breath

Show me the difference between love and death
Consider them both as they take your breath

And all of this comes to an end but I cannot resist your death

She said you don't even know
Just how much I need it
How far will you go
I just wanna feel you go

Cant help it
So crazy

But I'm OK just
Pain me
Take it very slow
'Cos I'm in love tonight

She said you don't even know
Just how much I need it
How far will you go
I just wanna feel you go

Cant help it
So crazy

But I'm ok just
Pain me
Take it very slow
'Cos I'm in love tonight

Tradução
Eu não sei como posso explicar
Como eu tenho me sentindo desse jeito
Eu sou viciado na dor
Ainda mais que as palavras podem dizer
Bater sempre dói como o teu beijo, como uma agulha numa veia
E minhas últimas palavras são se isso começar eu quero que você

Ela disse que não sei mesmo
O quanto eu preciso dela
Até onde você for
Eu só quero sentir que você foi

Não posso ajudá-la
Tão louco

Mas eu estou bem apenas
Me dói
Leve-me muito devagar
Porque eu estou apaixonado essa noite

Então, agora que ele veio aqui
Eu vou ser sua pequena emoção suja
Para o mundo que eu não irei perder
Porque eu só quero sentir o teu beijo
Auto-infligido, masoquista
Como alguém pode resistir
E minhas últimas palavras são se isso começar eu quero que você

Ela disse que não sei mesmo
O quanto eu preciso dela
Até onde você for
Eu só quero sentir que você foi

Mas eu estou bem apenas
Me dói
Leve-me muito devagar
Porque eu estou apaixonado essa noite

Mostre-me a diferença entre o amor e a morte
Considere como se eles tirassem seu fôlego

Mostre-me a diferença entre o amor e a morte
Considere como se eles tirassem seu fôlego

E tudo isso chega ao fim, mas não posso resistir à sua morte

Ela disse que não sei mesmo
O quanto eu preciso dela
Até onde você for
Eu só quero sentir que você foi

Não posso ajudá-la
Tão louco

Mas eu estou bem apenas
Me dói
Leve-me muito devagar
Porque eu estou apaixonado essa noite

Ela disse que não sei mesmo
O quanto eu preciso dela
Até onde você for
Eu só quero sentir que você foi

Não posso ajudá-la
Tão louco

Mas eu estou bem apenas
Me dói
Leve-me muito devagar
Porque eu estou apaixonado essa noite

domingo, 17 de julho de 2011

Fragmentos de livro: O Vampiro Lestat


"— Oh, mas é sempre uma caricatura, você não percebe? — ele disse com a mesma brandura. — A cada vez a morte e o despertar irão devastar o espírito mortal, de modo que um vai odiá-lo por ter tomado sua vida, outro vai cair nos excessos que você despreza. Um terceiro sairá louco furioso, e outro um monstro que você não pode controlar. Um terá ciúmes de sua superioridade, outro vai excluí-lo.
E, neste ponto, tornou a lançar seu olhar de soslaio para Gabrielle, com um meio sorriso.
— E o véu sempre haverá de descer entre vocês. Mesmo que arregimente uma legião, você estará para sempre e sempre sozinho!
— Não quero ouvir isto. Não significa coisa alguma — eu disse.
O rosto de Gabrielle havia sofrido uma mudança horrível. Ela estava encarando-o, agora com ódio, eu tinha certeza disso.
Ele emitiu aquele pequeno som amargurado que parecia uma risada, mas não era em absoluto.
— Amantes com um rosto humano — ele zombou de mim. — Não está vendo seu erro? O outro o odeia além de toda razão e ela... ora, o dom das trevas tornou-a ainda mais fria, não foi? E mesmo para ela, forte como é, haverá momentos em que terá medo de ser imortal, e a quem irá culpar pelo que foi feito com ela?
— Você é um idiota — Gabrielle sussurrou.
— Você tentou proteger o violinista. Mas jamais procurou protegê-la.
— Não diga mais nada — eu respondi. — Você me faz odiá-lo. É isto que deseja.
— Mas estou falando a verdade e vocês sabem disso. E o que vocês jamais saberão, nenhum de vocês, é da profunda extensão de seus próprios ódios e ressentimentos. Ou do sofrimento. Ou do amor.
Ele fez uma pausa e eu não consegui dizer nada. Ele estava fazendo exatamente aquilo que eu temia, e eu não sabia como me defender.
— Se você me deixar agora com esta aí — ele continuou —, estará fazendo de novo. Você nunca possuiu Nicolas. E ela já está imaginando como poderá livrar-se de você. E, ao contrário dela, você não consegue suportar ficar sozinho."

terça-feira, 12 de julho de 2011

Aprender


Que a visão dos olhos nem sempre é verdadeira,
É ilusão,
E que o olhar mais bonito fica no coração.
E para se defender do coração, por mais difícil que seja,
Por mais doce que seja...
É preciso simplesmente ignorar e seguir em frente.

Aprender que aquele que foi, pode voltar,
E conquistar novamente tua alma
Só que agora, não estará em cordas bambas implorando para não cair.

Aprender que certos sentimentos voltam,
Bons ou ruins sempre se lembrará deles,
Sempre com um pé atrás ao tentar sentir tudo de novo.

Aprender que se esperar de mais....

Aprender que se esperar demais
Acabará se machucando no final.
Aprender que nem tudo que se espera é verdadeiro,
É somente a visão de um coração cansado de querer tanto que a perfeição volte.

Aprender, finalmente, que não importa o quão bonito e importante o passado foi,
Ele jamais voltará
E se ele quiser voltar, jamais será igual...
Que cedo ou tarde, por mais que doa, por mais que não queira,
as pessoas vão estar indo embora, não importando a sua opinião.

Cedo ou tarde, tem que deixá-las ir....

"Aprende que o tempo não é algo que possa voltar para trás. E você aprende que realmente pode suportar...
Que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. " William Shakespeare

sexta-feira, 8 de julho de 2011

I Can't


"Ele sentado na cama olhando para o nada, esperando a hora final chegar, vendo a manhã nascer, era o dia de sua decadência.
Por quanto tempo mais esperar, se isso ficará por toda a vida e este sentimento agonizante estará em sua mente depois de anos. Ele sorri, ele finge, só quer algumas doses para amenizar toda aquela dor, todo aquele amor, e por meio de raiva e impulsos consiga expulsar o ser apaixonado do seu peito, aquele coração doido que jamais deixa de amar até a ultima gota de sangue cair. É um suicídio!
E ele para de sussurrar os gritos, está silenciosamente magoado e sempre foi assim. Ele precisava de você para sobreviver, então por que não ficou? Por que não voltou pra casa, ao invés de gritar que sente muito?
Não vai adiantar perdão, continuará rastejando. Mas a conclusão de tudo? A verdade é que ele te observa de longe, e nunca te deixou, você é simplesmente a imagem que lembrou a felicidade ao matá-lo, você é simplesmente você, a alma que lembrou a escuridão e a luz, a alegria e a tristeza de mãos dadas, mas isso nunca importou. O que realmente importou até hoje foi um sonho..."

E tudo que vem, não passa de uma obsessão tão doida de querer lembrar de todos aqueles sentimentos que me submetiam ao surto, ao declínio, que me levavam a dor. Ora, ora, eu estou lá, no meu quase lar, o passado. Eu admito o sonho que guardei comigo e que nunca mais escondi: ao te ver sorrir, eu viveria. Mas a tua imagem está tão longe do real...

"Eu preciso de você para sobreviver. Então, fica comigo. Tu olhas nos meus olhos e eu estou gritando por dentro que sinto muito..."

Forgive me, i can't forgive you...

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Frase destorcida e conquistadora

"Deixo as coisas que amo livre. Se elas voltarem é porque as conquistei. Se não voltarem é porque nunca as tive de verdade."

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Não, não adianta...


Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am home again
Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am whole again

Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am young again
Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am fun again

However far away
I will always love you
However long I stay
I will always love you
Whatever words I say
I will always love you
I will always love you

Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am free again
Whenever I'm alone with you
You make me feel like I am clean again

However far away
I will always love you
However long I stay
I will always love you
Whatever words I say
I will always love you
I will always love you



Love song!
nã, não adianta...
Eu vou amar sempre você ..

sábado, 25 de junho de 2011

Someone Like you

Never mind, I'll find someone like you

=/

sexta-feira, 24 de junho de 2011

My best...


Sinto falta...
Repito, eu sinto falta...
E como é difícil admitir, é difícil aceitar...

Sinto falta daquele tempo em que era eu e tu, as nossas brincadeiras, as tuas bobagens. Como nos tornamos uma só alma, nada nos impedia, nenhum medo, sabíamos que era para sempre. Não importava as verdades, não havia obstáculos entre nós. Não sei o que fazer!!

Sinto falta de dizer que te amo.
Sinto falta do teu carinho...

Sinto falta do tempo em que estávamos juntas, quando mais um manhã da minha vida, escura, melancólica e triste, e tu vinhas, sentavas em mim, e sorria, ah, se soubesses quantos daqueles sorrisos me salvou da dor.

Sinto falta quando dizias que me amava,
Sinto falta da nossa eternidade...

Não importava se estávamos longe ou perto, estávamos juntas, estávamos amando mais que tudo
Não importava se estávamos amando outras pessoas, se acabasse com sangue no chão ou não. Sobrava a mão amiga dizendo "segue em frente, eu estou contigo.."

Meu deus. Como sinto tua falta...

Não importaria se outro alguém me magoasse,
Não queria me lamentar diante do amor que sinto por ti, depois de tudo...
Tu eras tudo, minha companheira, minha irmã, a melhor amiga que criou a eternidade, que luta para não acabar...
Se não doesse tanto te deixar ir...
Se não doesse admitir que te amo, meu amor...
Eu voltaria para os teus braços, e como um conto de fadas,
Seriamos felizes para sempre...


Apesar de querer lutar para te deixar ir, eu não consigo...
Porque eu só te amo com toda a minha vida...
Apesar da raiva, eu não consigo
Porque vêm as lembranças de como me fazias tão feliz...
Apesar, também das lágrimas...
Pergunto-me agora como tu continuas sendo a melhor parte de mim?

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Não há mais o que dizer


Não há mais o que dizer,
Não quero mais olhar, não quero nem mais saber...
Só quero sumir nas próprias mentiras...
Só quero sumir no que quero tentar
No que quero fazer...

Sinto corroer minhas veias,
Continuar sentindo o que sempre foi o mesmo,
Agora prefiro ir, simplesmente ir...
Não agüento mais te olhar...

Não há mais o que fazer,
Eu quero...
Necessito da tua mentira,
Diga que me ama,
Diga que precisa de mim...

É hora de te deixar ir,
É hora de me deixar ir

Por que para esta pobre alma,
Foi muito mais que um tudo,

Se existir,
É hora de seguir outra vida,
Eu preciso, necessito,
Encontrar alguém como...
Tua destrutiva e encantadora alma...

sábado, 11 de junho de 2011

Dançando- Agridoce


Eu sei que lá no fundo
Há tanta beleza no mundo
Eu só queria enxergar
As tardes de domingo
O dia me sorrindo
Eu só queria enxergar
Qualquer coisa pra domar
O peito em fogo
Algo pra justificar
Uma vida morna
O mundo acaba hoje e eu estarei dançando
O mundo acaba hoje e eu estarei dançando com você
Não esqueço aquela esquina
A graça da menina
Eu só queria enxergar
Por isso eu me entrego
À um imediatismo cego
Pronta pro mundo acabar
Você acredita no depois?
Prefiro o agora
Se no fim formos só nós dois
Que seja lá fora
O mundo acaba hoje e eu estarei dançando
O mundo acaba hoje e eu estarei dançando com você

Romeu - Agridoce

Esqueci minha boca no teu corpo
Pensei que isso te faria meu
Usei de artifícios, gastei meus truques
Depois, quem escapou fui eu

Não pense que eu não desejei
Não diga que eu não quis
É só que eu me assustei
Ao me ver tão feliz

Colei os meus olhos no teu mundo
Guardei cada passo teu
Mas eu, Julieta, presa nesse pacto
Você, o meu Romeu

Entenda esse lado bom
Nem tudo é aflição
Ficamos com o sonho
Ao invés da punição

Não pense que eu não desejei
Não diga que eu não quis
É só que eu me apavorei
Ao me ver tão feliz

Epílogo e Finais - Agridoce

Primeiro os aniversários
As festas, balões coloridos
Bailes de debutante
As noites em claro

Depois os casamentos
Amores e nascimentos
Por fim, os funerais
As camas de hospitais

Não me leve agora
Eu não quero ir embora
Tenho tanto o que fazer
Tenho um filho pra ter
Tenho motivos pra crer
Que ainda não é hora

Todos rumo ao ocaso
Sem nunca ter escolhido
Não é questão de sorte
É jogo vencido

Não me leve agora
Eu não quero ir embora
Tenho tanto o que fazer
Tenho um filho pra ter
Tenho motivos pra crer
Que ainda não é hora

Epílogos e Finais

B. day - Agridoce

E então
Outro ano se passou
E eu espero
Que você tenha se tornado mais que melancólico
Eu gostaria
De ver você crescer para ser
Uma fantástica brecha para esse mar de tempestades

Paredes ásperas
Você vai descobrir como escalar
Noites mortas
Você sempre vai saber como iluminar
O melhor presente
Não enche o seu bolso
Mas talvez faça você aproveitar melhor a estrada

Eu te desejo uma noite feliz
Eu te desejo uma vida feliz
Eu desejo que eu pudesse passar com você
Mas se não
Eu espero ser feliz de qualquer forma

Sim, essa sou eu sendo generosa
Sim, essa sou eu exercitando
Meu desapego
Se eu não posso estar lá
Meus votos estão

Paredes mortas
Você vai descobrir como escalar
Noites ásperas
Você sempre vai saber como iluminar
O melhor presente
Não enche o seu bolso
Mas talvez faça você aproveitar melhor a estrada

20 passos - Agridoce

Da janela ao corredor, 20 passos
Um cigarro, a mesma cor,
Um dia pra gastar
Quantas portas pra fechar lavar o cheiro e o gosto
Foi sem hora pra voltar
Feche os olhos quando eu for mostrar o meu mundo pra você que está sempre aqui
Tudo oque existe ao meu redor

20 passos - Agridoce

Da janela ao corredor, 20 passos
Um cigarro, a mesma cor,
Um dia pra gastar
Quantas portas pra fechar lavar o cheiro e o gosto
Foi sem hora pra voltar
Feche os olhos quando eu for mostrar o meu mundo pra você que está sempre aqui
Tudo oque existe ao meu redor

segunda-feira, 23 de maio de 2011

O que não vai voltar



Chegou o momento de dizer adeus a todas as coisas materiais, a cada palavra repetida dentro de caixas empoeiradas, de lágrima deixada. Lá estava eu, sentado a frente das lembranças, questionando, argumentando, o porquê de elas me deixarem pra trás, já que eu nunca as deixei...

O tempo mudava...

Estava pronto. Cada segundo que passava, eu estava mais decidido a me livrar de todos aqueles sentimentos, perdidos ou não, o que importava? Se agora a água da chuva iria levá-los para bem longe de mim. Esforçarei-me tanto para não me lembrar de nada. Agora o objetivo seria seguir.
A noite não estava limpa, o que lembrava aquele tempo que passava escrevendo todas as poesias, na madrugada, só eu e o silêncio, e colocava ao meu lado o que se passara, ou que sentia, principalmente o que mais perturbava. Coisas simples da vida que me inspiravam e eu corria para escrever...

E eu continuava tão decidido...

No meio de tantos papeis, encontrei uma carta que escrevi anos atrás e dizia que torcia por mim mesmo... Ah, lágrimas...
Só que a vida mudou, eu estou bem e gostaria de dizer isso ao garoto que estava sentado na cama com o coração apertado escrevendo pra mim...
E hoje, olhando para trás, jogo as primeiras folhas ao vento... Estou aqui vendo a força da água finalmente levar o que sempre quis proteger, o que nunca quis me livrar... É o dia de ver os objetos, os cadernos, as confissões, os surtos, o que nunca soltei da minha boca... Se distanciando de mim.

Finalmente tudo vai embora... E meu coração grita para que volte... É torturante... É parte de mim...

Estou abrindo os olhos... Nenhuma água leva e a chuva ainda não veio.

O tempo que passa

Já se passaram cinco meses... Cinco meses me lamentando, tentando entender o que nunca nem mesmo chegarei perto de entender...
Se isso é tão complexo, como entender o tempo que passa que lentamente vai quebrando toda a eternidade que criamos e decidimos criar, o que era pra ser um amigo que nunca deixa a gente, que sempre ajuda a superar. É claro ele é assim... O tempo ao mesmo tempo é inimigo, aquele que começa te acabando e termina deixando a distância de um momento pro outro...
Entender todas essas palavras jogadas ao vento, é saber o que se passa dentro dessa alma atordoada, de dia em dia com lágrima nos olhos procurando no vazio uma alma amiga que nunca te deixaria. Com o peito apertado de tanto tentar entender o que passou, te deixa jogado ao vento como uma folha livre. Como entender?
Eu gostaria de escrever uma pequena carta. Dizendo o que sinto... O que deixei de sentir... Tudo... Mas não... Pelo simples fato de que um tempo tão bom tão perfeito e tão bonito chegou a não mais valer a pena...
Alguém.. Esse alguém... Ah, o alguém...
Se eu soubesse no passado que tudo iria acabar assim, mesmo assim, eu não teria evitado um só passo. Ensinou-me andar por um caminho de fantasias, de amor de compreensão, se isso parece um amor como outro qualquer, não. Não é.
Um amor que soube chegar devastando com todas as dores, ficou pra eliminar as mágoas, e foi embora dizendo que deixaria muitas saudades. Mesmo do jeito de dizer que já foi, quando olhei pro horizonte, e a vi indo embora, algo gritava dentro de mim que nada seria o mesmo, se era pra sempre ou não, nunca foi explicado... Só sei que depois de cinco meses e nove dias, ela volta... Se for pra ficar? Só o tempo pra dar uma resposta que sempre esperei...
Esse foi um dos amores mais lindos que já tive. Apesar de tudo, a alma que por tanto tempo deixou de brilhar, volta com a imensidão das noites em claro, clamando tudo se que passou, e que há muita coisa pra aprender...
Se senti saudade? Senti, senti corroendo minhas veias, pois tudo que senti, chorei, falei foi de longe o mais verdadeiro...

Between love and goodbye



-1-Os primeiros passos, belos sorrisos meigos já tinham lugar guardado...
Mas eu nunca sobreviveria com memórias mortas em meu coração. Sentado no escuro, não posso esquecer, até mesmo agora, percebo o tempo que eu nunca terei. “Se o mundo tivesse mais pessoas como você talvez eu aprendesse a gostar do mundo.” 30/05/2009
-2- Teus passos se tornaram maiores que os meus, uma luz acabara de nascer em teu peito...
E era eu e você e todas as pessoas com nada a fazer, nada a perder, eu estava tropeçando nas palavras que deixou a minha mente girando, eu não sei aonde ir a partir daqui... Que dia é... E em que mês? Este relógio nunca pareceu tão vivo...
22/11/2009 Espero que possa me ouvir, lembro-me claramente...
24/11/2009- A noite que um dia prometeste ser só minha.
Eu te amo...Três pequenas palavras e uma pergunta: por quê? ... Em janeiro eu me lembro, ia te dizer que não tinha dúvida, você era a minha única certeza... 04/01/2010 Tudo pra ti e só pra ti. Eras a vida que eu precisava para passar o caminho inteiro dançando na escuridão... Eu não direi adeus...
-3- Mas... 17/09/2010...
Debaixo das manchas do tempo os sentimentos desaparecem e você é outro alguém e eu ainda estou bem aqui... Tanta coisa vai e você não vê que a insegurança é tudo que você deve aceitar e tentar ser melhor que a vida é muito mais que esquecer...
-4-Lutando contra as minhas palavras... Dezembro, o final de muitos começos...
Isso não é só um adeus, é um não entendo...
Eu não sei se teus ouvidos estão prontos pra me ouvir, pois não te vejo mais, não sei mais como você é... Quis dizer pra você que nada vai fazer voltar o tempo que eu perdi tentando te falar, que eu não consigo respirar com medo de chorar de ouvir você falar, não! Abaixei a cabeça e segui... Onde estiver, espero que esteja feliz e siga o seu caminho.
-5- Hoje e sempre...
Eu sei, tempo leva as coisas pro lugar, fechou a porta e foi embora. Deixou o vazio que essa ausência me traz, me consumindo a cada hora... Sem explicação, faz tanto tempo...
A gente se deu tão bem que o tempo sentiu inveja, ele ficou zangado e decidiu que era melhor ser mais veloz e passar rápido pra mim. Espero o dia que vem pra ver se te vejo e faço o tempo esperar como esperei a eternidade se passar nos dois segundos sem você, agora eu já nem sei se hoje foi anteontem, me perdi lembrando o teu olhar.
Se o tempo se abrir talvez entenda a razão de ser, de não querer sentar pra discutir, de fazer birra toda vez que peço tempo pra me ouvir...
Eu que nunca discuti o amor não vejo como me render, ah, será que o tempo tem tempo pra amar? Ou só me quer tão só? E então se tudo passa em branco eu vou pesar, a cor da minha angústia e no olhar, saber que o tempo vai ter que esperar...
E o tempo engatinhar do jeito que eu sempre quis, distante é devagar, perto passa bem depressa assim... Pra mim, pra mim Laiá, lalaiá...

-6- E a resposta é sim (...)

-7- Nem parece que se passaram dois anos...

sábado, 30 de abril de 2011

O melhor dia de 2011


30 de abril de 2011

Se você pensa


Se você pensa que vai
Fazer de mim
O que faz com todo mundo
Que te ama
Acho bom saber
Que prá ficar comigo
Vai ter que mudar...

Você tem a vida inteira
Prá viver
E saber o que é bom
E o que é ruim
É melhor pensar depressa
E escolher antes do fim...

Daqui prá frente
Tudo vai ser diferente
Você tem que aprender
A ser gente
Seu orgulho não vale
Nada! Nada!..

Você não sabe
E nunca procurou saber
Que quando a gente ama
Prá valer
Bom é ser feliz e mais
Nada! Nada!...

sexta-feira, 29 de abril de 2011