sexta-feira, 24 de julho de 2009

"Sing me to sleep"


Como te deixar.. ?
como deixar todos?
Por que reclamar tanto? Por que tenho tanto medo?
Meu desejo é partir, e deixar esta matéria para trás.
Mas como?
Se o medo de te perder é maior.
Sonhos se foram com o vento, minha alma delira a cada segundo, meus gestos, morrerão com o tempo.
Me vejo um ser delirante, tão jovem. Se perdendo pouco a pouco na vida que construi.
Sinto na pele, tudo que temo...
Vejo tristeza em tudo que toco...
Em tudo que gosto,
em tudo que amo
Em tudo que ainda vejo alguma esperança. Meus dias estão mais escuros.

"There is another world...There is a better world...Well, there must be"

Meus dias estao virando domingos inacabáveis.Os que sofrem com os domingos, me entenderão.

Não tem porque destruir tudo. Não tem porque simplesmente fazer pessoas que amo sofrerem por minha alma.Serei egoista. Serei fraca. Serei assassina. Mato a mim, mas matarei pessoas que estão ao meu redor. Prefiro poupa-los da dor e conte-la em mim. Assim será melhor.

"Sing to me...I don't want to wake up...On my own anymore"

Serei fraca jogada aos teus pés
Farei com que o ser que mais amo sofra... seria besteira, seria impulso...
Simplesmente por que amei demais.

Somos as asas de um anjo das trevas,
Se uma asa se ferir o anjo cai...
Não seremos nada sem a presença da outra.

Se a morte te levar, ela levará minha alma.
Não serei nada,
Se te perderes, eu me perco.
E mais uma vez, tenho a certeza que estou completamente em tuas mãos.
O medo, as vezes é maior do que eu, mas aguentarei.

"I did it for you"

Como posso reclamar se já tenho uma longa história para contar
Se já chorei e sorri. Se amei mais que pude
Se já tive a alegria e a tristeza rindo juntas,
Do que posso reclamar, se só tenho a agradecer?

"Sangraremos e sorriremos de mãos dadas juntas, eternamente."

4 comentários:

  1. "Meus dias estao virando domingos inacabáveis.Os que sofrem com os domingos, me entenderão."

    adorei! exibe um talento ao verso branco, mas negro, escuro como o éter à noite!

    felicitações pela obra!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom mesmo, um sofrimento inesgotável, mas cheio de perguntas que qualquer ser humano tem sobre si.
    Parabéns.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. A dor é sentimento indiscritivel mais por mais triste que seja nos abre as portas para o conhecimento interior.

    belas palavras!!

    beijos enormes!

    ResponderExcluir